Começa processo de troca de comando na Petrobras

Presidente atual da Petrobras vai renunciar e Conselho analisará indicado de Lula
Presidente atual da Petrobras vai renunciar e Conselho analisará indicado de Lula

O Conselho de Administração da Petrobras vai formalizar nesta quarta-feira (4) a renúncia do presidente da companhia, Caio Paes de Andrade. O executivo vai assumir a secretaria de Gestão e Governo Digital de Tarcísio de Freitas, em São Paulo.

O trâmite para a saída de Paes de Andrade é o seguinte: os executivos da Petrobras aprovam um "encerramento antecipado de contrato" e o resultado dos votos registrados são anunciados na sequência.

Em seguida, Andrade deixa o Conselho de Administração, abrindo caminho para a empresa analisar o nome do senador Jean Paul Prates (PT-RN), indicação do presidente Lula.

Prorrogação da isenção de impostos aos combustíveis

O presidente Lula assinou uma medida provisória para prorrogar a isenção dos impostos federais sobre os combustíveis por 60 dias. Houve uma 'queda de braço' no caso pois a equipe do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, queria a isenção por 30 dias.

Segundo Prates, a prorrogação por dois meses dá tempo para que ele tome posse na Petrobras e analisar o setor de petróleo e o mercado internacional.

— Temos que ficar atentos aos oportunistas, porque houve a especulação de que não haveria a manutenção da desoneração e muita gente quis aproveitar disso pra fazer um mal entendido com o consumidor, criar a impressão de que houve uma razão para aumentar o preço e não há — afirmou Prates.

A desoneração do PIS/Cofins e Cide sobre combustíveis venceu ontem. Na gasolina, por exemplo, isso representa um impacto de R$ 0,69 na bomba. Agora, Lula prevê editar uma nova MP para prorrogar essa desoneração, mas o prazo (se 30, 60 ou 90 dias) ainda está em aberto.

A desoneração dos impostos federais sobre os combustíveis custará R$ 52 bilhões neste ano. É uma receita considerável, considerando por exemplo a previsão de que as contas públicas terão neste ano um déficit de R$ 220 bilhões.