Comediante americano Don Rickles morre aos 90 anos

(Arquivo) Foto tirada em 1º de novembro de 2011 mostra o comediante Don Rickles na Calçada da Fama de Hollywood

O lendário comediante americano Don Rickles, conhecido por sua sagacidade mordaz que não poupava ninguém, morreu nesta quinta-feira aos 90 anos de insuficiência renal em sua casa em Los Angeles, informou seu assessor de imprensa.

Ao longo de décadas de carreira, Rickles apareceu com frequência em programas de televisão e em shows de clubes noturnos e cassinos em Las Vegas.

Celebridades e políticos, incluindo Frank Sinatra, Bob Hope e Ronald Reagan, foram muitas vezes alvo de seu humor abrasivo.

Nascido no Queens, Nova York, a carreira de Rickles decolou depois que ele começou a fazer aparições regulares em "The Tonight Show com Johnny Carson" e no "Late Show com David Letterman".

Ele também apareceu em uma série de filmes, incluindo "Os guerreiros pilantras" (1970), com Clint Eastwood, e "Cassino" (1995), de Martin Scorcese.

Mais recentemente, ele fez a voz do Sr. Cabeça de Batata nos filmes "Toy Story".

Durante sua carreira, Rickles também fez aparições em inúmeros programas de televisão, incluindo "I Dream of Jeannie" e "The Beverly Hillbillies".

"Ele era um dos seres humanos mais gentis, carinhosos e sensíveis que já conhecemos", disseram em uma declaração o comediante Bob Newhart e sua esposa Ginnie, que eram amigos íntimos de Don Rickles.

O comediante Billy Crystal disse que a morte de Rickles foi "uma perda gigantesca", enquanto o apresentador Jimmy Kimmel descreveu Rickles em um tuíte como "uma das pessoas mais doces e adoráveis" ​​que teve o prazer de conhecer.

Rickles deixa esposa, Barbara Sklar, de 52 anos, e uma filha, Mindy Mann.