Comediante Tokinho fica sob mira de arma e posta vídeo mostrando como fugiu de assalto na porta de casa; veja

Susto, medo e reação de alto risco. O humorista e influenciador Tokinho publicou imagens de um assalto que sofreu na porta de seu prédio, em São Paulo, na noite de segunda-feira. O vídeo mostra o momento em que ele, um amigo e um entregador de comida ficaram sob a mira da arma de criminosos de motocicleta. Em fração de segundos, Tokinho foge para dentro do edifício.

Atrás das grades: Guru Kat Torres é presa em inquérito que investiga tráfico de pessoas e prostituição

Crime financeiro: Sheik dos Bitcoins contou com parceiro de golpe para lavar R$ 100 milhões

Mistério: Descubra possível origem de "mão gigante" encontrada em praia de São Paulo

Em suas redes sociais, ele contou o episódio, mas alertou para que outras vítimas de assalto não tentem fugir como ele. "Sei que fui errado em reagir, no susto quando vi aquela arma apontada para a minha cara, minha reação foi virar e correr", disse Tokinho, que ficou conhecido por sua passagem pelo programa "Pânico na TV". "Não repita este tipo de reação, graças a Deus não atiraram e não levaram nada. Ainda bem que não passou de um susto. Ainda estou assustado com o que aconteceu, mas estou bem".

Nos stories, Tokinho explicou que havia saído para jantar com um amigo e que parou na saída porque um entregador de Ifood havia pedido para tirar uma foto com ele. Ele contou ainda que mora no prédio há cinco anos e que nunca tinha passado por uma situação de violência. "O cara botou a arma na minha cara e disse passa o cordão. Eu olhei para o cara e para a arma e só voltei". "Eu sei o quanto fui errado. A minha reação poderia ter causado alguma coisa muito pior para mim, para o cara do Ifood e para o meu amigo que estava comigo", acrescentou.

Tokinho ainda postou a foto que fez ao lado do entregador segundo antes de ser abordado pelos assaltantes. O comediante ganhou a solidariedade de milhares de pessoas que o seguem pelas redes sociais, mas respondeu a críticas de seguidores que ironizaram o caso e mandaram que fizesse o "L", se referindo ao fato de Tokinho ter feito campanha para Lula. "E para os engraçadinhos de plantão que estão mandando eu fazer o 'L', eu faço o 'L' sim, sem problema. Assalto não é de hoje", respondeu.