Comer esponja, sulfite e tomar detergente: os desejos mais estranhos durante a gravidez

Desejos estranhos na gravidez – Getty Images
Desejos estranhos na gravidez – Getty Images

Não é novidade para ninguém que a gravidez pode levar a mulher a ter alguns desejos, digamos, peculiares. Muitas delas chegam ao extremo e sentem vontade de comer coisas completamente incomuns, como tijolo e terra, mas por que isso acontece?

Receba novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais) no seu Whatsapp

Os especialistas chamam isso de picamalácia ou pica, que é o desejo incontrolável de comer certas coisas meio bizarras. Isso se deve a uma combinação de três fatores: emocional, hormonal e também a falta de nutrientes, o que leva a essas vontades bem específicas.

Leia mais: Grávida, Geovanna Tominaga fala sobre o momento: “meu marido não usa mais perfume”

Há um mito popular que diz que se a grávida não realizar seu desejo, o bebê nasce com o rosto igual da guloseima ou esquisitice que ela queria. Obviamente isso não tem nenhuma comprovação científica e é preciso apenas consultar os médicos para saber se o alimento ou objeto desejado não vai fazer nenhum mal à saúde da mãe e da criança. No mais, isso é absolutamente natural e não é preciso se preocupar achando que você está maluca.

Leia mais: Mulher choca ao mostrar barriga de ‘grávida’ depois de comer

Conversamos com algumas mães e descobrimos os desejos mais estranhos que elas tiveram; confira:

Eu não só tinha vontade como comia folha sulfite, tirava do pacote, cortava e comia igual pipoca. Que delícia que era! Também tive muita vontade de lamber o chão. Só não fiz porque era o chão do prédio e todo mundo ia ver, mas fiquei aguada, diz Carol Duarte.

Mastigava bucha de banho, aquelas esponjinhas para bebê, não engolia, mas enchia de água e mastigava até esfarelar e depois cuspia! Comprava várias, conta Carol Camilo.

Eu comia terra, tijolo, não podia sentir cheiro de terra molhada que comia, diz Lilian Magalhães.

Tive desejo de comer arroz com sorvete, e comi quase meio quilo com dois litros de sorvete. Depois coloquei tudo pra fora. Feijão com pão e sonho com mortadela também estavam no meu cardápio, Patricia Oliveira.

Na minha primeira gravidez, comi arroz queimado com detergente de coco. Fiz o arroz e queimou no fundo, coloquei de molho com água e detergente para amolecer, mas na hora de lavar aquilo me deu água na boca e eu comi tudinho. Até hoje não posso usar detergente de coco que ainda salivo”, Taís Sulamita Reis.

Apareceu rato na minha casa e comprei um veneno que vem tipo em sementes e toda vez que ia colocar nos lugares, minha boca salivava de tanta vontade de comer, conta Daiza Mesquita Guimarães, que não ingeriu o produto.

Tive vontade de esfiha de queijo com sorvete e açaí, tudo junto! Horrível mas comi tudo, Vanessa Demiciano.

Carne com sorvete de abacaxi, Cinthia Mila Vieira.

Hidratante de pele, Vanessa Moreira Nunes.

Macarrão com molho branco e feijoada no mesmo prato, Laura Maquera.

Comi azeitona com leite condensado, Gisele Lepletier.

Ttive vontade de lamber aquele sabonete Phebo, Aninha Gomes.

Comi detergente de coco, Janaina Serafim.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos