'Cometeram um grande erro mas estão de volta', diz presidente da Uefa sobre clubes da Superliga

O Globo
·1 minuto de leitura

O presidente da UEFA, Aleksander Ceferin, saudou nesta quarta-feira a retirada dos seis clubes ingleses da Superliga Europeia. Através de comunicado oficial, ele comentou sobre o projeto fracassado iniciado no último domingo por doze das grandes camisas do futebol.

"O importante agora é seguir em frente e reconstruir a unidade do desporto e seguirmos em frente", escreveu Cerefin.

Horas após o anuncio da Superliga, Chelsea, Manchester City, Manchester United, Arsenal, Liverpool e Tottenham abandonaram o projeto após pressão das torcidas, do governo local e da imprensa.

"Esses clubes cometeram um grande erro mas agora estão de volta, e sei que têm muito a oferecer, não só às nossas competições mas a todo o futebol europeu", frisou o presidente da Uefa.

Além dos ingleses, no domingo, Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Barcelona, Inter de Milão, Juventus e Real Madrid e anunciaram a criação da Superliga europeia. O torneio foi criticado pela UEFA, federações nacionais e vários outros clubes.