Comissão Europeia autoriza fusão das americanas Dow e DuPont

Sede do grupo Dupont, em Wilmongton, Delaware

A Comissão Europeia autorizou nesta segunda-feira, com condições, a fusão entre os grupos americanos Dow Chemicals e DuPont, cujo valor na Bolsa alcançaria 130 bilhões de dólares.

"Com a decisão de hoje velamos para que a concentração entre Dow e DuPont não afete a concorrência de preços para os pesticidas existentes, nem a inovação", afirmou a comissária europeia da Concorrência, Margrethe Vestager.

A autorização de Bruxelas está condicionada à "cessão de uma parte importante da atividade mundial da DuPont no setor dos pesticidas, incluindo sua estrutura mundial de Pesquisa e Desenvolvimento", destacou a Comissão.

Além disso, a Dow cederá ativos de sua atividade petroquímica, na qual os dois grupos são "atores importantes", "com o objetivo de preservar uma concorrência efetiva".

O Executivo comunitário estava preocupado com o impacto da operação para os agricultores, ante uma eventual redução da oferta, em um setor de grande concentração.

Bruxelas deve pronunciar-se sobre a aquisição por parte do grupo chinês ChemChina da suíça Syngenta até 12 de abril. A oferta da alemã Bayer pela americana Monsanto ainda não foi comunicada à Comissão.