Comissão Europeia prepara empréstimo-ponte para a Grécia

A bandeira grega em frente à bolsa de negócios de Atenas, no dia 3 de agosto de 2015

A Comissão Europeia preparou os documentos necessários para conceder um empréstimo-ponte à Grécia, caso o Eurogrupo solicite, enquanto espera que o terceiro plano de ajuda ao país, que deve estar disponível até 20 de agosto, informou uma porta-voz nesta quinta-feira.

O Executivo europeu está preparado para dois cenários, explicou a porta-voz Annika Breidthardt em coletiva de imprensa, na véspera de que os ministros da Economia dos 19 países da zona do euro se reúnam novamente em Bruxelas.

"Apresentamos documentos ao Mecanismo Europeu de Estabilidade" (Mede), encarregado de proporcionar uma ajuda financeira aos países da zona do euro e que concederia uma primeira parcela caso haja acordo sobre o programa. "Mas também para um possível uso do Meef", outro programa de crédito que concederia um empréstimo-ponte à Grécia, se for necessário, reconheceu a porta-voz.

A Grécia e seus credores chegaram no início da semana a um acordo técnico sobre um terceiro programa de ajuda de cerca de 85 bilhões de euros a Atenas, que precisa pagar 3,4 bilhões de euros ao Banco Central Europeu (BCE) no dia 20 de agosto.

Entretanto, o Parlamento grego prevê votar nesta quinta-feira o novo acordo, antes que o Eurogrupo se pronuncie na sexta-feira. Caso seja dado o aval ao plano, vários parlamentos nacionais deverão aprová-lo para que a Grécia possa receber a primeira parte do dinheiro antes de 20 de agosto.

"O principal cenário é que o Eurogrupo aprove o programa na sexta-feira e conceda a primeira parte (da ajuda) até 19 de agosto", disse uma fonte europeia na quarta-feira.

O ministério alemão da Economia advertiu, contudo, que pretende fazer perguntas ao Eurogrupo, que poderá decidir por conceder mais tempo para discutir o plano de ajuda.

Nesse caso, seria indispensável conceder um empréstimo-ponte para que a Grécia possa pagar ao BCE no dia 20 de agosto. Os documentos legais e técnicos necessários para esse trâmite foram preparados "como medida de contingência", explicou Breidthardt.

"A Comissão prefere um acordo antes de 20 de agosto sobre o novo plano de ajuda", disse a porta-voz.

O Meef, organismo de crédito dos 28 membros da zona do euro, já concedeu um empréstimo-ponte a Atenas em julho, no valor de 7 bilhões de euros.