Comissão pede fim de medicamentos do 'kit Covid' no atendimento ambulatorial

·1 min de leitura
  • Documento altera as diretrizes do uso ambulatorial da cloroquina e outros remédios do kit;

  • Foram 7 votos a favor das diretrizes e seis contra;

  • Pedido final será enviado para a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde aprovou nesta terça-feira (7) um documento que altera as diretrizes do uso ambulatorial da cloroquina, azitromicina, ivermectina - que compõem o kit covid, com remédios sem eficácia no tratamento da Covid-19.

Foram 7 votos a favor das diretrizes e seis contra. Ao contrário de reunião ocorrida em outubro, a votação contou com voto da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O documento final será enviado para a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, que baterá o martelo sobre o uso do 'kit' no SUS. 

"Alguns medicamentos foram testados e não mostraram benefícios clínicos na população de pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados, sendo eles: hidroxicloroquina ou cloroquina, azitromicina, lopinavir/ritonavir, colchicina e plasma convalescente. A ivermectina e a associação de casirivimabe + imdevimab não possuem evidência que justifiquem seu uso em pacientes hospitalizados, não devendo ser utilizados nessa população", aponta o documento.

O relatório já tinha sido votado antes pelo Conitec, e depois foi colocado para consulta pública. Agora, o documento final será enviado para a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, que vai definir se as diretrizes sobre o kit serão ou não incorporadas no SUS.

Uma discussão sobre o tratamento de pessoas acometidas pelo coronavirus foi feita pela da Conitec em outubro. A votação ficou empatada: 6 a 6, sem a participação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que votaria contra o kit Covid e poderia ter desempatado o placar.

As informações são do G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos