Comoção mundial pela tragédia de Seul

Contam-se mais de 150 mortos. Presidente declara luto nacional e edil de Seul encurta viagem à Europa.