Como calcular a "idade humana" dos cães?

Quem nunca ouviu alguém dizer que para saber a idade humana de um cão basta multiplicar sua idade canina por sete? Porém este cálculo não é muito correto. Cada cão tem o seu próprio tempo de envelhecimento.

Tendo isso em mente, a BBC criou uma calculadora que vai ajudar os donos de cães a descobrirem uma idade mais aproximada do seu animal de estimação.

E para desvendar alguns mitos acerca da idade canina e dos hábitos de cada fase, conversamos com a consultora comportamental e adestradora do Cão Cidadão, Malu Araújo:

- Cada ano canino deve ser multiplicado por 7 para termos sua idade humana.

MITO:
Como a diversidade de raças e tamanhos dos cachorros é grande, esse cálculo varia de acordo com o porte do animal. Inclusive outra informação que deve ser levada em consideração é que os cães envelhecem mais nos dois primeiros anos de vida, então para a maioria das raças um cachorro de 1 ano de vida, na idade humana terá mais ou menos 15 anos, aos 2 anos terá em torno de 23, 24 anos, a partir dos 3 anos é que esse cálculo muda, e ai cada um envelhece de acordo com o seu porte e tamanho.

- Quanto maior o porte do cão, mais rápido ele envelhece.

VERDADE: Para chegarmos a um cálculo mais preciso, a média (a partir dos 3 anos caninos) é: para cães de pequeno porte devemos multiplicar sua idade por 5, cães de porte médio por 6 e cães grandes em torno de 7 a 8 vezes.

- Não há diferenças na composição da ração. O que muda apenas é o tamanho dos grãos (menores para filhotes e maiores para adultos).

MITO: É muito importante que o filhote se alimente com ração específica, pois ela contém ingredientes para o desenvolvimento saudável do cãozinho. Ao atingir um ano a ração deve ser de adulto e a troca de uma pela outra deve ser feita gradualmente. Finalmente, na fase que o cão está mais velho, deve-se usar uma ração senior, pois eles podem ter mais dificuldade em morder grãos grandes ou mais duros. Em cada fase da vida, o cão têm necessidades especiais que devem ser supridas para garantir que ele continuará saudável.

- Cães adultos e idosos devem fazer atividades físicas.

VERDADE: Todos os cães devem fazer atividade física, independente do porte ou idade eles precisam se exercitar. Os filhotes tem mais disposição e aguentam atividades mais intensas, um cão adulto deve-se levar em consideração a rotina diária de exercicios e não é recomendado apenas um dia de exercicio intenso enquanto nos outros dias da semana o cachorro tem uma vida sedentária. Já os idosos também podem praticar exercicios, caminhar e brincar, mas de uma maneira adequada a sua idade, pois eles podem começar a apresentar dores nas articulações e músculos. Por isso é sempre importante conversar com o veterinário. Independente da idade fazer uma massagem no cão é indicado pois assim você aprenderá a conhecê-lo melhor e sentirá alguma alteração.

- Filhotes devem beber leite

MITO: Somente o leite da mãe, o leite de vaca tem muita lactose - substância que pode causar diarréia.

- Filhotes em desmame ou cães idosos devem ter suas rações amolecidas.

MITO: A ração é o alimento completo e balanceado para os cães, inclusive o atrito dos grãos nos dentes é necessário para auxiliar na limpeza. Filhotes na fase de desmame tem a necessidade de comer um alimento mais pastoso mas não é a ração amolecida, é um alimento específico para a fase. Os cães idosos podem apresentar um pouco de problema dentário que dificulta o triturar do grão, por isso a ração deve acompanhar a idade; rações senior costumam ser mais macias e com grãos menores, para facilitar a mastigação. Logo, não devemos molhar a ração, muito menos com leite.

- Cães idosos não devem brincar para não se esforçarem muito.

MITO: O que você deve levar em consideração é como anda a saúde do seu cão. Se ele apresentar alguma alteração como displasia, não o faça correr atrás de uma bolinha (principalmente em um piso liso) pois, pode prejudicar esta condição ainda mais. No entanto, se ele está acostumado a uma rotina de passeio diário e não apresenta nenhuma alteração no retorno para casa, você pode sim continuar com os passeios e brincadeiras.

- Cães possuem comportamentos diferentes dependendo da sua faixa etária.

VERDADE: Filhotes de uma forma geral são mais ansiosos e por isso tem a tendência a fazer mais bagunça, destruir móveis e objetos; muitos também ainda não aprenderam o local correto de fazer as necessidades. Quanto aos adultos, as reclamações mais comuns são: cães que puxam para passear e cães reativos com pessoas ou outros animais. Já os idosos, estes podem apresentar algumas mudanças comportamentais.

- Não se pode ensinar truques a um cão adulto ou idoso.

MITO: Os cães aprendem em qualquer fase da vida. Filhotes aprendem com um pouco mais de facilidade, por isso ensinando o que se espera desde pequeno, evitamos que comportamentos errados apareçam. Ressalto que para entendê-los e fazer com que eles nos entendam, sempre vale a pena procurar um profissional especialista em comportamento para auxiliar a lidar com determinadas situações.

Carregando...
Carregando...

VEJA TAMBÉM EM VIDA DE CÃO

VIDA DE CÃO NO FLICKR