'Como descrever o indescritível?' Mídia saudita repercute vitória histórica na Copa

"Os Falcões Verdes voaram bravamente para os livros de história". Esse é o título de uma reportagem, assinada pelo jornalista saudita Ali Khaled, que narra de maneira apaixonada a virada da Arábia Saudita sobre a Argentina na manhã (de Brasília) desta terça-feira. "O maior jogo de futebol da história do país. A perfomance esportiva mais relevante. Nenhuma dessas frases faz justiça ao que aconteceu em Lusail. O maior ato esportivo da história de um país arabe? Talvez", conta o jornalista.

Comemoração: Rei da Arábia Saudita decreta feriado no país após vitória contra a Argentina

Tabela da Copa do Catar 2022: Acompanhe os resultados de todos os jogos e a classificação

Entenda: Hostilidade de muçulmanos em relação aos homossexuais tem pouca base no Alcorão

Ele não foi o único a se empolgar com a vitória. "O impossível não é saudita", escreveu a rede Arab News Sport no Twitter. "A história foi escrita" e "Sem preço" foram outras publicações nas redes sociais.

Simulador do GLOBO: Decida o que vai acontecer em cada fase da Copa do Mundo

Guia interativo da Copa do Mundo: Saiba tudo sobre os 831 jogadores do Mundial do Catar

"A maior vitória de todos os tempos", afirmou um jornalista da Al Jazeera, canal internacional de notícias criado e fomentado pelo governo catari, que estava no estádio de Lusail.

Para a beIN Sports, uma afiliada de TV fechada da Al Jazeera, o segundo gol significou "o início de um tempo de fogo". Quando a partida foi encerrada, emendou: "Um apito histórico anunciando uma vitória lendária da Arábia Saudita sobre a Argentina".