“Como é duro ser patrão no Brasil”, diz Bolsonaro em evento da CNI

·1 min de leitura
Em evento da CNI, Bolsonaro destacou as dificuldades enfrentadas por patrões no Brasil (Photo by Mateus Bonomi/Getty Images)
Em evento da CNI, Bolsonaro destacou as dificuldades enfrentadas por patrões no Brasil (Photo by Mateus Bonomi/Getty Images)
  • Em evento da CNI, Bolsonaro destacou as dificuldades enfrentadas por patrões no Brasil;

  • O presidente ainda disse que é função do governo ajudar quem emprega;

  • Evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI) aconteceu nesta terça (7).

Em evento da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o presidente Jair Bolsonaro chamou a atenção para as dificuldades que donos de empresas enfrentam no Brasil. “Como é duro ser patrão no Brasil”, destacou. “Eu sei que o salário é pouco para quem recebe é muito para quem paga".

Em seu discurso, Bolsonaro foi aplaudido pela plateia ao dizer que é função do governo ajudar quem emprega. “Quem cria a massa de empregados que gera riqueza do país são vocês. A nossa obrigação é ajudar vocês, não atrapalhar vocês, em primeiro lugar”.

O presidente ainda criticou a demarcação de terras indígenas e relembrou a extinção do imposto sindical, feita em 2017.

Evento debate caminhos da industrialização no país

Realizado nesta terça-feira (7), o encontro tem como objetivo discutir o papel da indústria no Brasil ao longo dos próximos anos. Estiveram presentes os ministros Paulo Guedes (Economia), Anderson Torres (Justiça), Milton Ribeiro (Educação) e João Roma (Cidadania). 

Aos empresários, Guedes garantiu que irá “transformar a economia brasileira” por meio da reindustrialização do país e abertura da economia. Ele ainda chamou a atenção para uma agenda de reformas, como a da previdência e marco regulatório.

O ministro também disse que o Brasil pode crescer de 5,1% a 5,25% neste ano. No entanto, analistas do mercado financeiro que produzem o Boletim Focus preveem crescimento de 4,71%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos