Como em 'Pantanal', veja formas de pensar cozinhas rústicas para sua casa

Na novela das nove, "Pantanal", as cozinhas de fazenda são os cenários mais lindos e conceituais, que inspiram muita gente. Por isso, elegemos essa que fica na propriedade de Tenório (Murilo Benício), onde Zefa (Paula Barbosa) trabalha, que, além de ter todos os quesitos de uma cozinha típica rústica, traz um toque de contemporaneidade na escolha das cores e dos detalhes.

Diante de todos os outros ambientes de uma casa, a cozinha é indiscutivelmente o local mais popular para se reunir com amigos e parentes. E hoje em dia, as cozinhas rústicas de fazenda são ainda mais pedidas.

Você pode transformar a sua, dando a ela esse estilo cobiçado. O conceito de cozinha country é muito fácil de executar, pode ser clean e minimalista, retrô e colorido ou elegante e tradicional. Aqui na coluna, vamos ver dois projetos nesses estilos.

Cozinhas com afeto

Um terreno de 39 mil metros quadrados em Araras, distrito ecológico de Petrópolis, foi o endereço entregue aos arquitetos do escritório Ao Cubo Arquitetura, Edna Maeda, Lessa Rust, Paula Paiva e Pedro de Hollanda, para construir a casa de férias e fins de semana de uma família de quatro pessoas — os pais e duas crianças.

Os clientes, que já possuíam esse terreno, conheceram uma casa feita pelo escritório, em estrutura metálica, e gostaram da estética. Ao mesmo tempo, queriam uma pegada mais tradicional. “A ideia foi conjugar as características tradicionais, das referências de arquitetura do cliente, com a nossa proposta de arquitetura contemporânea, mantendo o racionalismo da estrutura de aço aparente e o uso de materiais atemporais”, conta a arquiteta Paula Paiva. Todos os ambientes do lugar fazem esse contraponto entre a tradição e o contemporâneo. E o exemplo mais evidente dessa mistura é visto justamente na cozinha, onde foram utilizados ladrilhos hidráulicos, cerâmica tipo metrô nas paredes, bancada em concreto e portas para os armários com chapa metálica perfurada. Já a decoração contou ativamente com a participação da cliente. Muitas peças antigas foram aproveitadas do acervo da família, que antes tinha outra casa no condomínio, como mesa e cadeiras de jantar e da copa.

Neste segundo exemplo, projetado pelo mesmo escritório, um casal carioca e seus dois filhos, um menino de 10 anos e uma menina de 6, buscavam uma casa de campo para passar as férias e os fins de semana também na região de Araras, em Petrópolis. Logo após acharem o local, iniciou-se o projeto da casa, no terreno de 20 mil metros quadrados, cercado de verde. A estrutura metálica foi pintada em verde para ser mimetizada em meio à natureza. “Nos interiores, achamos importante deixar aparente o forro de madeira do teto para aquecer a casa”, descreve Edna Maeda.

Os clientes pediram a possibilidade de integrar ou isolar a cozinha, dependendo do uso, além de um apoio de churrasqueira que pudesse ser fechado nos dias frios. Tanto a bancada da cozinha como a da churrasqueira são de granito preto, e as esquadrias das portas externas passaram a ser em alumínio, para compensar as variações da madeira com a mudança de temperatura. Uma curiosidade da casa é a área gourmet integrada ao estar, com um passa-pratos (uma janela de correr) para a cozinha. “Esse formato se deu para atender à necessidade do cliente de usar esse espaço mesmo em dias muito frios, contando com o apoio próximo da cozinha, sem a necessidade de aumentar a área da casa. Também permite o uso independente da cozinha da casa e da área da churrasqueira”, explica Paula Paiva.

A coluna "Casa de Novela" é assinada pelo arquiteto e urbanista Guilherme Galvão e pelo engenheiro Douglas Alexandre.

Site: ggarquitetura.arq.br

Instagram: @2amarelos e @ggarquitetura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos