Como estão os carros 0 km que naufragaram em 2019

·2 minuto de leitura
Carros naufragados no MV Golden Ray
Carros pertenciam à General Motors e Kia
(Paul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Em 2019, mais de 4 mil carros novos naufragaram no navio MV Golden Ray

  • Saída para retirar a embarcação da água foi cortá-la em sete partes

  • Última parte está sendo removida, junto com 226 veículos

No dia oito de setembro de 2019, o navio MV Golden Ray deixava a costa da Geórgia, nos Estados Unidos, quando um erro de posicionamento de carga fez com que ele naufragasse portando mais de quatro mil carros zero km da General Motors e Kia. O prejuízo? Estimado em cerca de US$ 80 milhões, o que dá, aproximadamente, R$ 422,91 milhões.

A saída para retirar o gigante de 200 metros de comprimento da água foi dividi-lo em oito fatias. Depois de mais de dois anos da data de naufrágio, chegou a hora de remover a seção 5, a última que faltava.

As equipes de resgate tiraram dessa parte 226 veículos para melhor içá-la. Os veículos devem seguir para centro de reciclagem, bem como toda a fatia do navio.

BRUNSWICK, GEORGIA, UNITED STATES - 2020/12/14: Cars are seen in the bow section of the Golden Ray cargo ship after it was cut from the car carrier and towed away.
 A salvage company is cutting the vessel into eight segments, each of which will be removed by a barge and scrapped. The vehicle carrier, loaded with 4200 new cars, capsized in St. Simons Island Sound on September 8, 2019 as it was leaving the Port of Brunswick, Georgia. (Photo by Paul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Foto de 2020
(Paul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

O MV Golden Ray é propriedade da Hyundai Glovis, braço logístico da montadora, e só tombou porque os carros foram colocados de forma incorreta no navio. O peso subiu ao centro de gravidade da embarcação, que ainda manobrava para sair do porto quando o acidente aconteceu.

Os sete cortes realizados para içar o navio foram feitos por uma máquina gigante que utiliza correntes. Devido à pandemia, surto de Covid-19 entre os trabalhadores e tempestades tropicais na região, o trabalho de resgate levou mais tempo do que o esperado, mas em breve deve ser concluído.

BRUNSWICK, GEORGIA, UNITED STATES - 2020/12/14: Crushed cars are seen in the bow section of the Golden Ray cargo ship after it was cut from the car carrier and towed away. 
A salvage company is cutting the vessel into eight segments, each of which will be removed by a barge and scrapped. The vehicle carrier, loaded with 4200 new cars, capsized in St. Simons Island Sound on September 8, 2019 as it was leaving the Port of Brunswick, Georgia. (Photo by Paul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Foto de 2020 (Paul Hennessy/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos