Como evitar a 'Blackfraude'? Confira dez dicas

Em 2022, a Black Friday, tradicional data do varejo com promoções, será no dia 25 de novembro. Ela é realizada sempre na última sexta-feira de novembro. De uns anos para cá, porém, as ofertas tem se estendido pela semana toda ou mesmo por todo mês de novembro, períodos que foram batizados de Black Week e Black November.

Black Friday: Maior parte dos brasileiros que vão comprar quer parcelar compras

Capital: Quanto os consumidores querem gastar na Black Friday da Shopee

Há ainda a Cyber Monday, que se originou como uma extensão do evento exclusivamente no varejo on-line. Voltada principalmente para a venda de eletrônicos, ela é realizada na primeira segunda-feira após a Black Friday.

Muitas vezes as ofertas, porém, viram dor de cabeça, com maquiagem de promoções e problemas de entrega. Veja dicas de como evitar a 'Blackfraude'.

Trabalho temporário: Empresas devem abrir menos vagas no fim do ano do que na temporada de festas de 2021

Monitore preços

Verifique os preços cobrados antes do dia marcado para o evento. Isso pode ser feito por meio dos sites das empresas que participarão da Black Friday e de outros fornecedores, inclusive na data da liquidação. Há sites comparadores de preços que têm um histórico dos valores.

Assim, evita-se o risco de cair na armadilha de promoções que não são tão vantajosas como o anunciado.

Política de privacidade

É importante ler a política de privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados.

No vermelho: Endividamento entre os mais pobres supera 80%, maior nível da série histórica desde 2010Descrição do produto

Veja a descrição do produto, compare-o com outras marcas e certifique-se de que ele supre suas necessidades

Salve as telas

Imprima ou salve todos os documentos (telas) que demonstrem a compra e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).Salve as telas

Segurança

Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, endereço e canais de contato). Caso ocorra algum problema, localizar a empresa será fundamental para a solução. Se o fornecedor não possuir essas informações, escolha outro;

Evite sites que exibem como forma de contato apenas um telefone celular;

Prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares;

Instale programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados em seu computador;

Nunca realize transações on-line em lanhouses, cybercafés ou computadores públicos, pois estes podem não estar adequadamente protegidos.

Defeitos

O Código de Defesa do Consumidor estabelece prazo de 30 dias para reclamações sobre problemas aparentes ou de fácil constatação no caso de produtos não duráveis e de 90 dias para itens duráveis, contados a partir de sua constatação. Essa reclamação pode ser feita para o próprio comerciante ou para o fabricante, à escolha do consumidor.

Consumidor: Black Friday, Copa, 5G e Natal animam varejo, mas inflação e dívidas preocupam

Trocas

Nas compras feitas fora do estabelecimento comercial (por telefone, em domicilio, telemarketing, catálogos, internet), há o prazo de sete dias para desistir da compra, sem apontar qualquer motivo, contado a partir da aquisição do produto ou de seu recebimento.

Entrega

No caso de mercadorias que necessitem ser entregues em domicilio, solicite que o prazo de entrega seja registrado na nota fiscal ou recibo. Na entrega, só assine o documento de recebimento do produto após examinar o estado da mercadoria. Havendo irregularidades, estas devem ser relacionadas para justificar o fato de você recusar recebê-las.

Importados

Produtos importados comprados no Brasil, desde que em estabelecimentos devidamente legalizados, seguem as mesmas regras dos nacionais.mportados

Denuncie

Caso depare com problemas como: promessa de promoção com preços iguais aos praticados dias antes da Blacky Friday, ou mudança de preço no momento da finalização da compra feita via internet, por exemplo; denuncie nas redes sociais e envie o print da página com o problema a um Procon.