Como fica o novo calendário da prova de vida do INSS para 2022

·3 min de leitura
A partir de 2022, aposentados e pensionistas vão realizar a prova de vida no mês do seu aniversário (Photo by CARL DE SOUZA / AFP)        (Photo credit should read CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)
A partir de 2022, aposentados e pensionistas vão realizar a prova de vida no mês do seu aniversário (Photo by CARL DE SOUZA / AFP) (Photo credit should read CARL DE SOUZA/AFP via Getty Images)
  • INSS divulgou na última sexta-feira portaria com novo calendário para a prova de vida no ano que vem ;

  • A partir de 2022, aposentados e pensionistas vão realizar a prova de vida no mês do seu aniversário;

  • Obrigatoriedade da prova de vida do INSS segue suspensa para o ano de 2021.

Na última sexta-feira, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) divulgou novo calendário para prova de vida em 2022. Uma portaria publicada na última sexta-feira regularizou como nova data para a realização do procedimento o mês de aniversário dos beneficiários a partir do ano que vem. Atualmente, por conta da pandemia, a obrigatoriedade da prova de vida está suspensa até o fim deste ano.

A prova de vida é um procedimento previsto em lei para evitar fraudes e pagamentos indevidos e acontece uma vez por ano. Devem realizar a prova de vida, em todos os anos, aposentados, pensionistas e pessoas que recebem benefícios assistenciais há mais de um ano. Os beneficiários que não realizaram essa prova entre novembro de 2020 e dezembro de 2021, deverão fazer o procedimento no início de 2022 de forma escalonada, por um dos canais disponíveis: na agência bancária onde o segurado recebe o benefício, ou por meio de biometria facial ou digital.

Leia também:

Os que cumpriram a medida da realização da prova de vida no ano passado até setembro, antes da suspensão da obrigatoriedade de prova de vida por conta da Covid-19, devem começar no próximo ano a realizar o procedimento na data do aniversário. O Congresso Nacional aprovou em junho, lei que mantém a suspensão até dezembro de 2021, derrubando veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A portaria também determinou que as instituições financeiras são obrigadas a auxiliar o beneficiário com idade igual ou superior a 80 anos ou com dificuldade de locomoção, para evitar o seu deslocamento até a agência bancária. 

O INSS poderá bloquear o pagamento até que o beneficiário realize a prova de vida. A partir de janeiro de 2022, no entanto, em caso de ausência de comprovação de vida no mês de aniversário do titular do benefício, os créditos mensais da primeira e da segunda competências subsequentes serão encaminhados à rede pagadora com marca de bloqueio. 

Caso não seja realizada a comprovação de vida após o segundo bloqueio, o benefício será suspenso. Após seis meses de suspensão, o benefício será, então, cessado. O pagamento somente será reativado através da comprovação de vida por biometria realizada pelo aplicativo Meu INSS ou por meio do serviço agendável nas agências do INSS.

Em caso de dúvidas, aposentados e pensionistas podem utilizar os seguintes canais de atendimento: Meu INSS, site ou aplicativo, ou por telefone, na Central 135, que funciona de segunda à sábado, das 7h às 22h.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos