Como funciona o botão "Estou com sorte" do Google?

Pedro Cipoli

Para que serve o botão “Estou com sorte” do Google? Ele está presente no buscador já há bastante tempo, mas será que ele abre uma página aleatória? Claro, a ferramenta usa as palavras que digitamos no campo de pesquisa, mas será que há algum critério para o que será exibido?

PageRank

Basicamente, a página que abre é a que possui o melhor rankeamento no PageRank. A página mais relevante, considerando os termos de pesquisa, abrirá automaticamente, sem passar pelos resultados de pesquisa.

Por exemplo, vamos pesquisar o livro Mapas do significado, de Jordan Peterson, clicando no “Estou com sorte”:

Chegamos à página da Amazon que comercializa o livro.

Agora, este é o link mais relevante? Por incrível que pareça, sim. Basta executarmos uma pesquisa com os mesmos termos.

O primeiro resultado (excluindo os links de vídeos sobre o livro no começo da página) é justamente o link da Amazon. Ou seja, o botão “Estou com sorte” simplesmente pula a página de pesquisas, já abrindo o primeiro resultado encontrado. Algo que pode variar com o tempo, dependendo do rankeamento das páginas em questão.

Simples assim. Mas você sabia que o Google perde dinheiro com esse botão?

Milhões e milhões

Pois é, e não é pouca coisa: são US$ 110 milhões de prejuízo com a ferramenta todos os anos.

O motivo? Se não visualizamos a página de pesquisas, não vemos os anúncios do Google, que é a fonte de receita da empresa. Não vemos nem o anúncio da própria Amazon sobre o livro que pesquisamos: vamos direto à página.

Então por que manter um recurso que dá prejuízo? Segundo Marissa Mayer, essa decisão é só para lembrar que o Google não está em busca apenas de dinheiro, e sim atender às necessidades das pessoas.

Resumindo, o “Estou com sorte” pula a página de pesquisa e abre o primeiro resultado. O Google não ganha dinheiro e você economiza tempo. Afinal, geralmente clicamos no primeiro link em nossas pesquisas, então pulamos essa parte.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: