Como identificar sinais de abuso sexual em crianças pequenas

·2 minuto de leitura

RIO — O caso de um estudante de medicina que está sendo acusado de estuprar quatro crianças, incluindo suas duas irmãs de 3 e 9 anos, reacendeu a discussão sobre os possíveis sinais que os pequenos dão ao serem expostos a este tipo de violência. A madrasta do rapaz e mãe de duas das crianças abusadas, relatou ao GLOBO que sua filha mais velha apresentou alguns comportamentos estranhos ao longo do tempo, como se estivesse “involuindo”. Dentre eles estavam o medo de dormir sozinha, querendo apenas dormir na cama com os pais, e a vergonha de tirar a roupa na frente da mãe para se trocar.

Uma outra criança, de 13 anos, abusada pelo estudante entre os 5 e 10 anos, sofre de depressão e já chegou a se mutilar. Ela se trata com fluoxetina — um tipo de antidepressivo — desde os 6 anos.

O Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021 mostra que crianças de 0 a 13 anos foram 60,6% das vítimas de estupro ocorridos em 2020 no Brasil. O relatório apresenta dados que comprovam que a maioria dos abusos sexuais são cometidos por pessoas conhecidas pelas vítimas e que na infância tanto meninos quanto meninas sofrem violência sexual.

"Enquanto os casos de estupro ocorrem majoritariamente aos sábados e domingos, os estuprosde vulnerável, categoria em que a maioriadas vítimas são crianças, ocorrem em maiorproporção de segunda à sexta-feira, quandomães e outros responsáveis provavelmentesaem para trabalhar e a criança fica maisvulnerável", descreve o documento. A maioria das violações ocorre no período da tarde.

Mudança brusca de comportamentos, medos excessivos, retomada de atitudes já deixadas para trás por conta do avançar da idade são alguns sinais de alerta que crianças e adolescentes emitem quando estão sofrendo algum tipo de abuso sexual.

Muitas vezes, as crianças não denunciam a situação a um adulto por medo — é comum o abusador ameaçar a vítima para que ela mantenha os abusos em segredo — ou por não saberem que aquilo que é feito com elas é algo errado. Por isso, é importante que os adultos que convivem com crianças prestem atenção aos sinais que a criança dá.

Fique atento aos possíveis sinais de que uma criança dá quando está sofrendo abuso sexual:

Mudança de comportamento:Alterações na rotina:Desenhos estranhos:Comportamentos sexuais:Agressividade:Aversão a algumas pessoas:Proximidade excessiva:Regressão:Problemas de saúde física sem motivo:Sinais físicos de violação:

Vale lembrar que nem sempre estes sinais significam que a criança esteja sofrendo uma abuso sexual. Normalmente a vítima apresenta um conjunto de sintomas. Em caso de desconfiança, o indicado é procurar por um(a) psicólogo(a) infantil ou pedir ajuda na escola, antes de questionar à criança sobre o que está acontecendo. Estes profissionais podem ajudar a esclarecer a situação e encaminhar o possível caso de abuso para as autoridades competentes.

Casos de abuso sexual de crianças e adolescentes devem ser denunciados ao Disque 100.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos