Como Ludmilla era antes da fama?

O primeiro sucesso, no entanto, aconteceu em 2012, com a icônica “Fala Mal de Mim”. (AP Photo/John Locher)
O primeiro sucesso, no entanto, aconteceu em 2012, com a icônica “Fala Mal de Mim”. (AP Photo/John Locher)

Que a cantora Ludmilla é um fenômeno, todos nós já sabemos: ela canta, dança e ainda compõe. A artista começou muito novinha na indústria da música, aos 8 anos de idade, quando cantava em um grupo de pagode da família.

O primeiro sucesso, no entanto, aconteceu em 2012, com a icônica “Fala Mal de Mim” - quando ainda usava o nome MC Beyoncé. De lá para cá, a diva assumiu o nome artístico Ludmilla e bombou nas paradas. Mas quem se lembra como era Ludmilla antes da fama?

Ludmila Oliveira da Silva nasceu em 1995 na periferia do Rio de Janeiro e desde cedo viu no funk uma chance de alavancar sua carreira. O papel da cantora para o funk nacional foi importantíssimo, a começar pelo seu protagonismo na época como uma das mulheres pioneiras a estourar na indústria da música, cantando funk.

Em 2022, fez 10 anos desde o primeiro hit que Ludmilla bombou nas paradas, e por isso, acaba sendo difícil de lembrar como era a cantora antes da fama. Reunimos a seguir alguns momentos e características que mudaram na cantora, bem como procedimentos que ela já assumiu ter feito. Confira!

Cirurgias plásticas

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Fez e não nega! A nossa Rainha da Favela, Ludmilla, confessa já ter adotado algumas cirurgias plásticas. O motivo, infelizmente, foi a pressão estética e ataques racistas que sofreu no início da carreira.

Em entrevista ao Podcast “Mano a Mano”, ela desabafou: "Minha música estourou, eu tinha 17 anos, a 'Fala Mal de Mim'. Quando comecei a fazer cirurgia plástica, a primeira que eu fiz foi pra começar a ser aceita".

Na mesma entrevista, ela contou que durante os shows ouvia os comentários das pessoas em relação ao seu nariz e seu corpo, e isso a desestabilizava.

Lipoaspiração de alta definição

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Em 2020, a cantora realizou um procedimento também conhecido como lipoaspiração HD’ ou ‘LAD’. Ela fez junto de sua esposa, a dançarina e ex-BBB, Brunna Gonçalves.

Diferente da lipo tradicional que busca reduzir a gordura corporal, a lipoaspiração de alta definição tem um foco maior na escultura corporal e traz os desejados “gominhos” no abdômen - ou seja, não é algo voltado à perda de peso.

Rinoplastia

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O nariz da cantora Ludmilla era uma das partes de seu corpo que mais recebia críticas racistas e a diva não aguentou os ataques e cedeu à pressão ainda muito nova, com 18 anos. Em entrevista ao UOL, a funkeira contou: "conseguiram me ferir porque nem eu mesma me achava bonita”.

Bichectomia

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Para reduzir a saliência das bochechas, Ludmilla também apostou na bichectomia, uma operação que visa retirar a gordura dos músculos da bochecha.

Silicone nos seios

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Outro procedimento que a cantora adotou foi a colocação de silicone nos seios. Ela deu uma turbinada aos 22 anos, e implantou próteses de 320 ml.

MC Beyoncé

Um dos marcos da carreira da artista foi a mudança do nome de “MC Beyoncé” para o nome de nascença Ludmilla. Em entrevista ao programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, ela explicou que o nome surgiu por ser muito fã da cantora Beyoncé, e nas festas de Duque de Caxias, onde morava no Rio de Janeiro, todo mundo a chamava assim.

“Na hora de colocar a música na Internet, me falaram: 'vamos colocar de MC Beyoncé porque todo mundo te chama de Beyoncé mesmo’”, contou.

Quando entrou para uma gravadora, o nome foi vetado para evitar problemas com a “verdadeira” Beyoncé, e foi a partir disso que a diva assumiu o nome Ludmilla.

A seguir, separamos dois clipes da cantora de 2014 que evidenciam bem como ela era no começo da carreira (já com o nome Ludmilla):