Auxílio Brasil: saiba como receber

Para receber o Auxílio Brasil, as famílias devem ficar atentas para inscrição e atualização no CadÚnico, sistema que avalia a renda e situação social de quem é de baixa renda (Photo Illustration by Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Para receber o Auxílio Brasil, as famílias devem ficar atentas para inscrição e atualização no CadÚnico, sistema que avalia a renda e situação social de quem é de baixa renda (Photo Illustration by Thiago Prudencio/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
  • Para receber o Auxílio Brasil, as famílias devem ficar atentas para inscrição e atualização no Cadastro Único (CadÚnico)

  • Programa seguirá o calendário do Bolsa Família e será pago nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS

  • No final do mês de junho, beneficiários do Auxílio Brasil começaram a receber os novos cartões bancários

Um estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) mostra que a busca pelo Auxílio Brasil está em alta e que o estado que lidera a fila de espera pelo benefício é São Paulo. De acordo com o Ministério da Cidadania, a fila de espera em abril era de 2.788.362 famílias, enquanto em março, esse número era de 1.307.930, o que significa que a fila cresceu 113%.

Antes de tudo, para receber o Auxílio Brasil, as famílias devem ficar atentas para inscrição e atualização no Cadastro Único (CadÚnico), sistema que avalia a renda e situação social de quem é de baixa renda. Vale lembrar que estar incluído no Cadastro Único não quer dizer que o cidadão terá entrada automática nestes programas, mas é pré-requisito para que qualquer inscrição em programas sociais destinados a famílias de baixa renda seja avaliada.

Calendário

O programa seguirá o calendário do Bolsa Família, programa de 18 anos extinto pelo governo de Jair Bolsonaro. O calendário paga nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Inscrição Social (NIS), começando com beneficiários de final 1 e terminando com os de final 0.

Os cadastrados no programa devem observar o número final do NIS, presente no cartão do benefício, logo abaixo do nome da pessoa. Depois, basta conferir as datas correspondentes no calendário divulgado pelo governo.

No caso de julho, o calendário para recebimento é o seguinte:

  • NIS com final 1 - 18/7

  • NIS com final 2 - 19/7

  • NIS com final 3 - 20/7

  • NIS com final 4 - 21/7

  • NIS com final 5 - 22/7

  • NIS com final 6 - 25/7

  • NIS com final 7 - 26/7

  • NIS com final 8 - 27/7

  • NIS com final 9 - 28/7

  • NIS com final 0 - 29/7

Saque

No final do mês de junho, beneficiários do Auxílio Brasil começaram a receber os novos cartões bancários em substituição aos cartões do Bolsa Família, que seguem válidos.

Neste primeiro momento, somente receberão o cartão os beneficiários cadastrados no programa a partir de dezembro de 2021 e aqueles que recebem o benefício na modalidade poupança social digital. Aos que se encaixam nesses requisitos, não é preciso solicitar o cartão, que será distribuído gratuitamente. Para quem não recebeu, é possível seguir sacando o benefício com o cartão do Bolsa Família.

O novo cartão bancário permite acesso gratuito aos seguintes serviços: até dois saques por mês em terminal de autoatendimento, unidade lotérica e/ou correspondente; até dois saques por mês em bancos 24h; até três transferências por mês, para contas de outros bancos; transferências ilimitadas para contas da Caixa e transferências e recebimentos ilimitados via Pix.

As famílias que recebem o Bolsa Família pelo aplicativo Caixa TEM, em conta Poupança Digital, receberão o Auxílio Brasil na mesma modalidade de pagamento e poderão continuar movimentando seu benefício pelo aplicativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos