Como São Paulo vai gastar os quase R$ 100 milhões com Antony

Antony vai trocar o Ajax pelo United por R$ 506 milhões (Rico Brouwer/Getty Images)
Antony vai trocar o Ajax pelo United por R$ 506 milhões (Rico Brouwer/Getty Images)

Antony será oficializado como reforço do Manchester United nas próximas horas, em negócio que vai render quase R$ 100 milhões ao São Paulo - a bolada é fruto de 20% da mais valia e do mecanismo de solidariedade. Mas a pergunta que fica é: como o Tricolor vai usar tanto dinheiro?

O Blog apurou que o presidente Julio Casares vai dar prioridade para o pagamento dos vencimentos atrasados com os atletas. A dívida, não confirmada pelo clube, gira na casa dos R$ 30 milhões.

Leia também:

Parte deste dinheiro é referente a dívidas da Era Leco. Em seu último ano de gestão, em 2020, o então presidente pagou metade dos salários e deixou o restante para seu sucessor.

Em função da pandemia e da falta de receitas, Casares só conseguiu abater parte das pendências. Paralelamente a isso, o São Paulo também atrasou três meses de direitos de imagem, que foram cobrados na semana passada pelos atletas, em reunião com a diretoria.

Depois de quitar os problemas com o time, o São Paulo pretende zerar as dívidas emergenciais. A ideia é repetir o que Paulo Nobre fez com R$ 200 milhões emprestados ao Palmeiras assim que assumiu a presidência. Ele quitou todos os débitos vencidos e prolongou outras pendências, garantindo melhor fluxo de caixa.