Como ser atendido rapidamente em qualquer bar – ensina um psicólogo

Todo bom bebedor já se fez as seguintes perguntas: “Como eu chego até aquele balcão lotado? Por que o garçom atende todo mundo, menos eu?”

O Dr. Peter Collet, psicólogo da Universidade de Oxford, conversou com vários bebedores e barmen do Reino Unido e descobriu que muitas das táticas que usamos para sermos atendidos em um bar estão erradas.

Por exemplo, balançar dinheiro no ar para chamar a atenção do garçom simplesmente não funciona – apesar de 7 milhões de britânicos admitirem fazer isso, de acordo com uma pesquisa feita pela marca de cerveja Kozel.

O Dr. Collett diz: “Quando estiver esperando para ser atendido em um bar lotado, há vários fatores que afetarão a velocidade do atendimento, como o número de pessoas esperando para pedir uma bebida. No entanto, tudo fica mais complexo quando nuances comportamentais sutis entram em jogo”.

“Há táticas que você pode experimentar para conseguir ser atendido mais rapidamente, como sempre falar com o mesmo barman ou até mesmo fingir que trabalha no bar e atravessar a multidão com várias garrafas vazias”.

“Mas se o uso de táticas como essa for muito óbvio, você pode acabar esperando ainda mais pelo atendimento, como uma censura do pessoal do bar ao seu comportamento”.

O Dr. Collett sugere o uso de uma série de táticas que você pode experimentar para ser atendido mais rapidamente.

Segundo ele, o método SERVE consiste em:
Seguir – Siga atrás dos clientes que estiverem se movendo mais rapidamente em direção ao bar.
Emular – Pegue uma bandeja, alguns copos vazios e passe direto pelos outros clientes, fingindo ser garçom.
Retornar – Sempre procure ser atendido pelo mesmo garçom.
Ver e ser visto – Esteja sempre no campo de visão do garçom para maximizar suas chances de ser atendido.
Enturmar – Faça amizade com outros clientes que estão esperando atendimento, para conseguir ser atendido junto com eles.

Rob Waugh
Yahoo News UK