Como seria o XI ideal do Santos se todos os jogadores formados no clube voltassem?

Nathália Almeida

​Neste milênio, nenhum clube do nosso país produziu mais craques que o ​Santos. Reconhecida mundialmente, a base alvinegra está muito bem representada nos quatro cantos do planeta, o que nos faz pensar: como seria a equipe atual do Peixe se todos os seus 'Meninos da Vila' retornassem? Fizemos esse exercício hipotético e chegamos a uma escalação fortíssima. Vale destacar que só foram incluídos jogadores que não estão mais no clube. Confira:

Rafael Cabral

Brazil's Santos FC goalkeeper Rafael Cab

Arqueiro santista entre 2010 e 2013, Rafael Cabral fez parte do elenco que conquistou quase tudo naquele período: três Paulistas consecutivos, Copa do Brasil (2010) e Libertadores (2011). Atualmente, defende a camisa do Reading (ING), da segunda divisão inglesa.

Zeca

Zeca

Profissional desde 2014, Zeca viveu anos muito bons com a camisa alvinegra, especialmente 2016, quando foi campeão olímpico pela Seleção Brasileira. Hoje, defende o Internacional.

Gustavo Henrique

Gustavo Henrique

Foi, por muitos anos, o pilar do sistema defensivo santista. Portou a braçadeira de capitão e era adorado pela torcida alvinegra. Não chegou a um acordo de renovação com o Peixe e deixou a Vila ao final de 2019, acertando com o Flamengo. 

Marcelo

Marcelo Guedes

Cria do Peixe de meados da primeira década do milênio (2006-2007), o zagueiro está há longos anos no futebol europeu. Atualmente, é titular absoluto do Lyon de Rudi Garcia e está vivendo sua melhor fase/forma, aos 32 anos.

Emerson Palmieri

Emerson Palmieri Dos Santos

Pouca gente sabe/se lembra, mas o lateral-esquerdo que hoje defende o Chelsea é, também, um 'Menino da Vila'. Se profissionalizou em 2011 e disputou 33 jogos com a camisa alvinegra.

Thiago Maia

Thiago Maia

O volante de 23 anos foi uma das contratações mais celebradas pela torcida do Flamengo em 2020. Sua formação foi toda no Peixe, clube pelo qual atuou entre 2014 e 2017, até se transferir ao Lille (FRA), onde alternou bons e maus momentos. Foi campeão olímpico em 2016.

Alan Patrick

Alan Patrick

Habilidoso e dono de uma finalização potente, o meio-campista é, atualmente, um dos nomes mais importantes do elenco do Shakhtar Donetsk. Se profissionalizou em 2009 no Peixe e fez parte daquele elenco estrelado da virada da década, conquistando Copa do Brasil e Liberta.

Felipe Anderson

Felipe Anderson

Assim como Alan Patrick, Felipe Anderson também é um representante das 'joias alvinegras' que surgiram na virada da década de 2010. Defendeu o Santos até 2013, ano em que recebeu proposta da Lazio e rumou à Europa. Atualmente, é o grande nome do West Ham (ING).

Rodrygo

Rodrygo

Ele se despediu há pouquíssimo tempo rumo ao Real Madrid, mas o torcedor alvinegro já morre de saudades, com razão. Dono de muitos recursos e um potencial tremendo, o atacante é o maior expoente da 'novíssima geração' criada na Vila Belmiro.

Neymar

Neymar

Sem dúvida, a maior revelação do futebol brasileiro neste milênio. Campeão de quase tudo em solo europeu - sendo protagonista, é bom que se diga -, ​Neymar também foi campeão de quase tudo enquanto esteve no Peixe, clube que o formou e o lançou em 2009.

Gabriel Barbosa

Gabriel

​No comando do ataque, não tinha como ser outro. ​Gabriel Barbosa é o melhor camisa 9 em ação no futebol brasileiro atualmente e vem empilhando artilharias desde 2018, ano em que retornou ao país, via empréstimo. Hoje, faz a alegria do torcedor do Flamengo.

Reservas

Jhon Viafara (I) del Once Caldas marca a

Goleiro: Rafael Pinheiro

Defensores: Matheus Ferraz

Meio-campistas: Hudson, Diego, Paulo Henrique Ganso

Atacantes: Robinho, Júnior Moraes