Como ter uma perspectiva positiva em 2022

·3 min de leitura

"Ano novo, vida nova", diz o ditado. Todo mundo esperava que 2022 fosse melhor que 2021. Só que o ano mal começou e já está com cara de que será, no mínimo, parecido. Valeu, Ômicron!

Com tudo pelo que passamos nos últimos dois anos, algumas pessoas podem pensar que é melhor ficar alerta. No entanto, há uma forma de aprender com as lições de 2021 e enfrentar os desafios do ano novo com otimismo e esperança.

Como podemos aprender com os desafios para enfrentar o próximo ano de forma positiva? (Foto: Getty)
Como podemos aprender com os desafios para enfrentar o próximo ano de forma positiva? (Foto: Getty)

Priorize o autocuidado

De acordo com a Dra. Jaime Lee, especialista em Saúde Mental e embaixadora da AIA Vitality, precisamos priorizar nossa saúde mental e o autocuidado, além de desenvolver um autoconhecimento mais profundo e cuidar de nós mesmos, o que vai nos ajudar a lidar com as mudanças constantes e com o estresse.

“Quando cuidamos das nossas necessidades primeiro, temos mais capacidade de responder em vez de reagir instintivamente", contou Jaime ao Yahoo Vida e Estilo. “Dessa forma, também é mais fácil cuidar dos outros”.

Conecte-se

Os limites entre casa e trabalho ficaram menos definidos nos últimos dois anos, e ainda estamos aprendendo a lidar com essa transição.

A Dra. Jaime nos convida a refletir a respeito do que funcionou ou não para nós nos últimos dois anos e trazer essas conclusões para 2022. Conectar-se com outras pessoas também é muito importante (mesmo que seja pelo Zoom!).

Conectar-se com outras pessoas também é valioso (mesmo pelo Zoom!). (Foto: Getty Images)
Conectar-se com outras pessoas também é valioso (mesmo pelo Zoom!). (Foto: Getty Images)

"Os seres humanos são criaturas sociais e precisam de conexão, de pertencimento. Portanto, invista tempo em se conectar com as pessoas que são especiais para você. Muitas vezes, passamos o dia todo em reuniões de trabalho no Zoom, mas não com as pessoas que amamos e com quem realmente nos importamos. Por isso, quando passamos tempo com alguém especial e compartilhamos nossa gratidão e presença com elas, nos sentimos vistos, ouvidos e conectados. Nossos níveis de estresse caem, e a saúde, de forma geral, melhora".

Perspectiva positiva

Pensar no futuro e se preparar para o pior não quer dizer que seja necessário manter a apreensão constante.

A Dra. Jaime explica que os últimos dois anos são a grande prova de que os seres humanos são fortes.

"Somos capazes de resistir. Somos fortes e resilientes, especialmente quando nos conectamos uns com os outros a partir do amor e da humanidade, não pelo medo. Confio na bondade das pessoas. Além disso, quando confiamos nos outros e eles sentem isso, a segurança psicológica coletiva aumenta.

"Viva o momento presente e a realidade das suas experiências, do seu corpo. É fácil ficarmos sobrecarregados com as notícias ou com as mudanças rápidas e constantes. Por isso, se mantivermos a nossa atenção nos nossos corpos, no espaço que ocupamos, no momento, tudo se torna muito mais fácil".

Cultive alegria e gentileza

O ano de 2021 foi um desafio para todos. Em tempos tão difíceis, quando nos sentimos sozinhos, inseguros, temendo pela nossa saúde e incertos sobre nosso futuro, o que realmente precisamos é de mais bondade, humanidade e generosidade. A alegria está presente nos menores atos e onde menos esperamos.

Além disso, ela é contagiante! Quando você sorri para um estranho na rua, por exemplo, esse pequeno momento de alegria é capaz de salvar o dia de alguém.

Dicas para manter a calma em tempos difíceis

  1. Respire com calma. Faça expirações longas e lentas. Experimente 10 respirações profundas com expirações longas e lentas, isso acalma o sistema nervoso e nos dá mais segurança.

  2. Priorize o descanso e tenha mais bondade e gentileza consigo mesmo. Concentre-se nos pequenos atos que você pode fazer e que estão sob seu controle.

  3. Mantenha o senso de humor durante os desafios.

"Muitas vezes, quando me deparo com uma situação difícil, penso que sou só um pontinho no universo", explica a Dra. Jaime.

"E quando consigo rir da situação, meu corpo relaxa e dou os próximos passos com mais clareza. Com cada experiência que passamos, podemos encontrar um aprendizado ou responsabilizar os outros e bancar a vítima. Assumimos nosso poder e ficamos mais resilientes quando aprendemos com os desafios", conclui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos