Como uma onda no mar: guarda-sóis da orla ganham novo visual

·2 min de leitura

RIO - Típicas da orla do Rio, as formas onduladas desenhadas nos calçadões de pedra portuguesa entre as praias do Leme e do Pontal, agora aparecem também nas areias. Os desenhos ondulados,novidade no verão carioca, estão presentes nos novos guarda-sóis que os barraqueiros licenciados pela prefeitura para trabalhar na areia alugam para os banhistas. A distribuição começou esta semana pela praias do Arpoador, Leblon e Ipanema, Ao todo, até março, serão entregues mais de 40 mil unidades. Os guarda-sóis foram doados uma empresa varejista que em troca pode exibir sua logomarca na parte interna.

O design foi discutido em reuniões entre os patrocinadores, a Riotur e a Secretaria de Ordem Pública (Seop), devido à necessidade de serem padronizados. A sugestão de um desenho conceitual para que os objetos remetessem às praias partiu da presidente da Riotur, Daniela Maia.

O projeto foi a primeira iniciativa do Comitê de Regulamentação, criado pela prefeitura em outubro para discutir melhorias e o ordenamento urbano da orla marítima. A área de criação e design da empresa Dream Factory, que intermediou as negociações, foi responsável pelo conceito.

— A praia é um cartão postal, a cara do Rio. Tinha que ter algo que identificasse o carioca, com cores e referências à cidade. Um dos pontos é que essa identidade pudesse ser observada de vários ângulos, inclusive de cima. Até esse desenho final, várias versões foram apresentadas e descartadas ao longo de nove meses. O próximo passo agora é buscar um patrocinador para renovar as barracas — acrescentou Daniela.

O diretor da Dream Factory, Duda Magalhães, acrescentou:

— Toda a pluralidade da cidade e a alegria do carioca são traduzidas na paleta de cores, na qual priorizamos uma variedade de tons tropicais, repletos de energeria e símbo— los da nossa cidade, como o calçadão de Copacabana — explicou Duda.

Nesse lote incial, estão sendo entregues 3 mil guarda-sóis. Cada barraqueiro terá direito a 40 unidades, em sete cores distintas.

— O modelo anterior (também distribuído pela prefeitura) já tem quase oito anos de uso são de 2015). A substituição veio em boa hora porque as antigas já estavam em um estado de conservação longe do ideal .E pode ajudar a dar mais visibilidade para nosso negócio. Nos últimos dois anos, os barraqueiros acumularam prejuízos com a pandemia de Covid-19. Em 2020, passamos meses sem autorização para trabalhar — diz o presidente da Federação dos Empreendedores da Orla Marítima, Paulo Juarez.

Na entrega do material, os barraqueiros recebem orientação da Coordenadoria de Controle Urbano (CCU) da prefeitura sobre as normas de funcionamento das barracas. Os comerciantes, por exemplo, devem deixar tabelas de preços e as licenças emitidas pela prefeitura de forma visível nas barracas:

— O novo modelo também vai ajudar na fiscalização e que tenhamos no verão praias mais ordenadas, seguras e bonitas— disse o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos