Companhia holandesa de café JDE compra marcas da brasileira Cacique

SÃO PAULO (Reuters) - A Jacobs Douwe Egberts (JDE), uma companhia global sediada na Holanda dedicada à venda de cafés e chás, disse nesta segunda-feira que está prestes a adquirir o portfólio de marcas de café da processadora brasileira Cia Cacique. A JDE disse em nota que o acordo inclui a compra de marcas como Café Pelé, Graníssimo e Tropical. A companhia holandesa disse que a aquisição está sujeita à aprovação de autoridades regulatórias. A Cacique é a maior exportadora brasileira de café instantâneo, embarcando o produto para mais de 85 países. Mas a negociação não inclui as unidades industriais da Cacique no Brasil. A companhia opera duas grandes instalações de processamento de café, em Barueri, no Estado de São Paulo, e em Londrina, no Paraná. A JDE disse que a aquisição irá fortalecer a posição da companhia em regiões estratégicas do Brasil. A empresa já é proprietária de algumas das mais populares marcas de café do país, como Pilão, Damasco, Café do Ponto e Caboclo. A JDE não quis declarar o valor do acordo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos