Compra antecipada de ações do Twitter por Musk está sob investigação da FTC, diz site

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

(Reuters) - A compra de 9% do Twitter pelo presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, no começo do mês, está sendo investigada pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC), informou o site The Information nesta quinta-feira.

A FTC investiga se Musk cumpriu uma exigência antitruste quando disse o site, citando pessoas a par do assunto. Empresas que não cumprem as regras sobre relatar compras significativas de ações podem ser multadas em até 43.792 dólares por dia.

Após uma compra inicial, Musk se ofereceu para comprar a empresa por 54,20 dólares por ação em dinheiro, com o qual o Twitter concordou nesta semana.

Há pouca expectativa de que a potencial compra do Twitter por Musk seja rejeitada pelas autoridades antitruste.

O foco da investigação da FTC é se Musk comprou a participação para influenciar a administração do Twitter ou se ele parecia ser um acionista passivo, segundo a matéria.

Em documento enviado em 4 de abril à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), Musk caracterizou sua participação como passiva.

O Twitter disse que não tinha comentários sobre o reportagem, enquanto a FTC se recusou a comentar.

(Reportagem de Akash Sriram e Diane Bartz)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos