Compras no início do mês reduzem despesas com produtos de higiene e beleza

1 / 2

2012052884545.jpg

Seção produtos de limpeza

RIO - Artigos de uso no dia a dia, produtos de higiene pessoal e cosméticos estão sempre na lista de compras. Por isso, qualquer forma de economizar na aquisição desses itens é válida. A regra básica para levar mais por menos, como sempre, é pesquisar preços o máximo possível. Mas também é importante ficar atento a algumas especificidades do setor: saber que as ofertas se concentram no início do mês, por exemplo, é de grande ajuda para o planejamento financeiro.

De acordo com o consultor de varejo Marco Quintarelli, produtos de perfumaria apresentam grande variação de preços porque vão dos mais populares aos mais sofisticados, diferença essa que também se vê entre os estabelecimentos. Por isso, comparar valores em farmácias, drogarias, supermercados e lojas especializadas, que vendem artigos para profissionais do ramo da beleza, é a melhor maneira de encontrar preços competitivos.

Observar o calendário de promoções dos supermercados é outra medida a ser adotada por quem quer economizar. As redes costumam escolher uma semana ou mês do ano para promover ofertas especiais para a seção de higiene e cosméticos. Como os preços ficam bem abaixo do normal nessas ações, vale a pena aproveitar a oportunidade para estocar alguns itens — desde que se preste atenção aos prazos de validade, para que produtos sem uso não estraguem e haja desperdício de dinheiro.

Um detalhe importante é que, na primeira quinzena de qualquer mês, os artigos de perfumaria ficam mais baratos no comércio varejista, explica Marco Quintarelli.

— O início do mês é época de abastecimento. Depois, as pessoas fazem apenas a reposição do que já acabou. Por isso, as melhores ofertas se concentram na primeira quinzena, quando o consumidor tem disponibilidade de gasto maior. Passado esse período, não se compra da mesma forma — afirma o consultor de varejo.

Leia ainda:

Considerar comprar embalagens econômicas, que costumam custar menos do que as convencionais e vêm com quantidade maior de produto, é uma alternativa para reduzir a despesa com itens de higiene pessoal e cosméticos. Experimentar marcas novas no mercado que estejam com preços promocionais é mais uma saída. Segundo Quintarelli, o desconhecimento, muitas vezes, faz com que os consumidores deixem passar oportunidades de usar produtos bons e baratos. Só é preciso ter o cuidado de conferir a idoneidade da empresa fabricante, para não colocar a saúde em risco.

Para economizar com artigos de perfumaria e dermocosméticos, a administradora Thaissa da Silva Santos, de 29 anos, participa de um clube de vantagens que oferece descontos na compra de itens de marcas conveniadas. A aquisição pode ser feita em estabelecimentos parceiros, e ainda há a possibilidade de acumular pontos para trocar por produtos.

— Também entro em sites e perfis das marcas nas mídias sociais para ficar por dentro das campanhas promocionais. Há lojas de maquiagens e perfumes que dão descontos ao consumidor que entrega embalagens vazias para reciclagem no ato da compra. Estou sempre pesquisando formas de conseguir pagar menos — diz a integrante do time de "caçadores de ofertas" do "Qual oferta", plataforma dos jornais EXTRA, O Globo e Expresso que reúne, no impresso e no digital, as melhores promoções de supermercados, drogarias e lojas de departamento de Rio e Grande Rio.