Morales diz que "conspiração" contra Maduro é para apoderar-se de petróleo

La Paz, 20 abr (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou nesta quinta-feira que uma "conspiração" e intervenção na Venezuela contra o governo de seu aliado Nicolás Maduro terá como único propósito "apoderar-se do petróleo venezuelano".

O governante boliviano disse no Twitter que "o plano do império é derrubar" o presidente constitucional Maduro "como um aviso para governos anti-imperialistas".

"Qualquer conspiração interna e intervenção externa é para apoderar-se do petróleo venezuelano", acrescentou Morales em outro tweet.

O governante sempre defendeu Maduro, de quem é aliado na Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América (ALBA), que inclui Cuba, Equador e Nicarágua, entre outros países.

Na quarta-feira, os partidários de Morales realizaram um ato de solidariedade com o governo de Venezuela, onde ocorreu uma jornada de manifestações convocadas pela oposição venezuelana. EFE