Comunidade de Paraisópolis, em SP, recebe 11 toneladas de alimentos

FÁBIO MUNHOZ
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* São Paulo, SP, BRASIL, 26-03-2020 - Vista geral da favela Paraisópolis, SP.  (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)
*ARQUIVO* São Paulo, SP, BRASIL, 26-03-2020 - Vista geral da favela Paraisópolis, SP. (Foto: Eduardo Knapp/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A comunidade de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, recebeu uma doação de 11 toneladas de alimentos para a preparação de marmitas destinadas à população local. Entre os itens distribuídos estão 51 tipos de legumes, verduras, temperos e ervas medicinais, como alface, couve, brócolis, couve-flor, batata, mandioquinha e rabanete.

Os vegetais foram produzidos em duas hortas na zona leste da capital. As plantações funcionam em terrenos onde há linhões da concessionária Enel Distribuição, que fez a doação ao projeto Mãos de Maria, que funciona em Paraisópolis. O envio dos alimentos começou setembro e vai até o fim de outubro.

Líder comunitário em Paraisópolis, Gilson Rodrigues afirma que os legumes estão sendo usados pelos integrantes do projeto para ajudar na montagem de marmitas aos moradores da região. Cerca de 5.000 refeições estão sendo preparadas diariamente.

Rodrigues afirma que, desde o início da pandemia, os integrantes do Mãos de Maria já entregaram mais de 1 milhão de marmitas na comunidade. "Esse projeto vem reforçar a iniciativa da comunidade de apoiar a população que mais precisa, principalmente nesse momento de novo normal, em que a situação das favelas é de anormalidade, agravada, principalmente, devido à fome e o desemprego", diz.

O líder comunitário afirma que a doação dos vegetais ajuda a promover a alimentação saudável. "Esses insumos são mais difíceis de conseguirmos doação. O arroz e o feijão a gente acaba conseguindo, mas muitas vezes acaba faltando os legumes e as verduras, que reforçam a alimentação." No dia 16 de outubro, a própria comunidade de Paraisópolis inaugurou sua própria horta comunitária.

A comunidade também recebeu da concessionária quatro motocicletas elétricas para ajudar na distribuição das marmitas na região. Somados, os veículos têm capacidade para fazer 2,4 mil entregas por dia.