Conab eleva número de safra e exportação de milho do Brasil; sobe colheita de soja

Agricultor checa plantação de soja em Primavera do Leste (MT)

SÃO PAULO (Reuters) - A safra total de milho do Brasil na temporada 2021/22 foi estimada nesta quinta-feira em recorde de 116,2 milhões de toneladas, aumento de 600 mil toneladas na comparação com a previsão anterior, com uma alta na área plantada de segunda safra, afirmou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) em relatório.

Na comparação com a safra passada (2020/21), atingida por geadas e seca, a produção deve dar um salto de 33,4%. Produtores e analistas têm reportado que a safra está indo bem no Paraná, segundo maior Estado para o milho, enquanto no Centro-Oeste as lavouras vêm sofrendo com seca.

Com uma produção maior, a Conab elevou em 1 milhão de toneladas sua projeção de exportação de milho do Brasil em 2021/22, para 38 milhões de toneladas, ante 20,8 milhões no ciclo passado.

A Conab ainda elevou a previsão de safra de soja do país em 2021/22 para 123,8 milhões de toneladas, ante 122,4 milhões na estimativa de abril, amenizando a queda na colheita para 10,4% ante o ciclo 2020/21, uma vez que a seca atingiu lavouras da oleaginosa no início do ano.

A Conab também manteve a previsão de exportação de soja do Brasil em 2022 em 77 milhões de toneladas, versus 86,1 milhões no ciclo passado.

(Por Roberto Samora)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos