Concessão de linhas do metrô de SP terá lance mínimo de R$ 189,6 milhões

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A concessão das linhas 5-lilás e 17-ouro do metrô de São Paulo à iniciativa privada terá lance mínimo de R$ 189,6 milhões.

O valor está estipulado no edital lançado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), na quinta-feira (30). O leilão ocorrerá no dia 4 de julho, na Bovespa, em São Paulo.

O vencedor da concorrência internacional administrará as duas linhas durante 20 anos, sob a condição de investir R$ 3 bilhões em manutenção e modernização das linhas. A estimativa de faturamento da operação das duas linhas é estimado em R$ 10,8 bilhões.

LINHAS

A linha 5-lilás já está em operação com sete estações (da estação Capão Redondo à Adolfo Pinheiro). Resta a conclusão de outras dez, ligando a linha até as linhas 1-azul, 2-verde e 17-ouro. A estação final será a Chácara Klabin, que também opera na linha 2-verde.

Já o monotrilho da linha 17-ouro, terá oito estações e ligará Congonhas à estação Morumbi da CPTM (linha 9-esmeralda), além da integração com a linha 5-lilás. A previsão de início de operação do monotrilho é para o segundo semestre de 2019.

A expectativa do governo estadual é que, somadas, as linhas transportem cerca de 1 milhão de passageiros por dia.