Xi diz que tendência de crescimento global está ligada ao empenho do G20

Buenos Aires, 30 nov (EFE).- O presidente da China, Xi Jinping, afirmou nesta quinta-feira que a "atual recuperação e tendência de alta da economia global" está "fortemente ligada" ao empenho do G20, na mensagem lida durante a apresentação oficial em Buenos Aires da presidência da Argentina do grupo, que começará em 2018.

"Ao longo da última década, o G20, com uma base da cooperação conjunta, respondeu com eficiência aos impactos da crise financeira internacional", afirmou o líder chinês na carta, na qual parabenizou o presidente da Argentina, Mauricio Macri, por assumir a liderança da organização.

Para Xi, o G20 fomentou as transformações da "governança econômica global" e o crescimento "vigoroso, sustentado, equilibrado e inclusivo da economia mundial".

"A atual recuperação e tendência de alta da economia global está fortemente ligada ao empenho do G20", afirmou.

De acordo com o líder chinês, o reforço do papel do grupo, integrado por 19 países e a União Europeia "corresponde aos interesses comuns da comunidade internacional".

"A próxima reunião em Buenos Aires, que será a primeira cúpula do G20 na América do Sul, reveste significados de grande relevância. Estou convencido de que sob a liderança da Argentina esta cúpula dará sem dúvida continuidade as conquistas conseguidas nas sucessivas cúpulas realizadas", ressaltou.

"Espero que esta cúpula transmita o positivo sinal do esforço do G20 para construir associação de cooperação (...) promovendo conjuntamente a construção da comunidade de destino de toda a humanidade", ressaltou.

O evento contou governadores, ministros, membros da Corte Suprema, legisladores e embaixadores dos países do G20, assim como integrantes de organizações internacionais, representantes da sociedade civil e empresários.

Segundo Xi, China e Argentina "já têm estabelecida uma associação estratégica integral" e os dois países são "amigos sinceros e de confiança".

"A China apoiará ativamente o trabalho da Argentina como presidente do G20. Aproveito a ocasião para reiterar a Macri a minha alta e distinta consideração", conclui o texto enviado pelo presidente chinês. EFE