Condenação história

Um tribunal belga em Bruxelas condenou um ex-funcionário do governo ruandês a 25 anos de prisão. Fabien Neretsé, um hutu de 71 anos, era acusado de genocídio.