Condenada a indenizar deputadas do Psol, Carla Zambelli cita tom 'jocoso' em postagens

Carla Zambelli, uma das grandes defensoras do bolsonarismo, apresentou apelação à condenação imposta pela Justiça do DF, em que terá de pagar, veja só, R$ 60 mil às deputadas Sâmia Bonfim e Talíria Petrone, ambas do Psol.

As duas alegaram danos morais após Carla usar de uma montagem na internet para retratá-las como "figuras demoníacas" por defenderem o aborto.

A advogada de Zambelli disse, porém, que a decisão de primeira instância foi um "equívoco", pois sua postagem conta com um tom "jocoso" ao caracterizar as colegas como demônios.

A deputada também reclamou que não há crime ao definí-las como "esquerda genocida". Zambelli lembrou que a oposição tem se referido a Bolsonaro dessa forma.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos