Condenados à morte por homicídio de ativistas gays

Um tribunal especial antiterrorismo em Bangladesh condenou seis extremistas islâmicos à pena de morte, nesta terça-feira, pelo assassinato de dois defensores dos direitos homossexuais. O crime foi assumido pelo Ansar Al Islam, um braço da Al-Qaeda na região.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos