Condenados com base na Lei Maria da Penha não poderão exercer cargo público em SP

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 14.06.2021 - Entrevista com prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). (Foto: Karime Xavier/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 14.06.2021 - Entrevista com prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB). (Foto: Karime Xavier/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (AGÊNCIA BRASIL) - Pessoas que foram condenadas por sentença criminal fundamentada na Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340, de 7 de agosto de 2006) não poderão maios exercer cargo ou emprego público na cidade de São Paulo, inclusive nos âmbitos do Poder Legislativo e da Administração Indireta. A determinação está na lei municipal 17.910, de 17 de janeiro de 2023, sancionada pelo prefeito Ricardo Nunes. E publicada no Diário Oficial da cidade de São Paulo.

A lei foi decretada pela Câmara Municipal, em sessão de 15 de dezembro de 2022 e diz que "a vedação prevista perdurará até o cumprimento integral da pena ou até a ocorrência de outra forma de extinção da punibilidade, conforme o caso".