Confiança, promessas e superstição: palmeirenses lotam entorno do Allianz Parque para ver final da Libertadores

·1 min de leitura

SÃO PAULO — Torcedores palmeirenses lotaram o entorno do Allianz Parque, estádio do Palmeiras, na Zona Oeste da capital paulista, na tarde deste sábado para assistir à final da Libertadores contra o Flamengo. A torcida se concentra, principalmente, nos bares da Rua Palestra Itália.

Assim como a Avenida Marquês de São Vicente, a rua do estádio está tomada por pessoas com camisetas e bandeiras do Palmeiras. Devido à alta concentração de pessoas, a Polícia Militar montou um bloqueio para revistar quem entra na Palestra Itália.

Vendedores ambulantes aproveitavam para faturar. Uma réplica da camisa da equipe custava em média R$ 50 e as bandeiras R$ 40.

Entre o público há muitas famílias, casais e também integrantes de torcidas organizadas, que disparam fogos de artifício de tempos em tempos.

Isabela Santos, de 38 anos, levou a filha Jennifer Kauani, de 18, para assistir à partida. Supersticiosas, elas carregaram para a rua uma camisa reserva do Palmeiras cor de prata que consideram o amuleto de sorte em todos os títulos do clube.

O entusiasmo com o time é tamanha que Isabela fez uma promessa de fazer uma tatuagem nova próxima ao pescoço, em caso de vitória em Montevideu.

— Estamos fazendo o nosso ritual de sempre de assistir ao jogo aqui e trazer a camisa reserva na bolsa. Já decidi que colocar uma tatoo escrito Palmeiras 2020 e 2021 em homenagem ao bicampeonato — afirma Isabela, rindo muito.

Sua filha, a estudante Kauani, estava mais apreensiva.

— Meu coração está batendo muito forte. Estou tensa, mas acho que vai ser uma vitória suada de 2 a 1.

O arquiteto Vitor Maitino, de 24, se disse confiante, mas realista.

— O Flamengo hoje é melhor, mas estamos mais focados e nossos os jogadores estão mais bem preparados fisicamente — diz Maitino.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos