'Confiem no capitão', diz Flávio Bolsonaro após recuo do pai

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pediu a seus seguidores nas redes sociais que "confiem no capitão", após recuo de seu pai nas críticas que fez ao STF (Supremo Tribunal Federal).

"Ele sabe o que está fazendo e é para o bem do Brasil!", escreveu Flávio em postagem nas redes sociais nesta quinta-feira (9).

Dois dias após atacar o STF com ameaças golpistas, o presidente Bolsonaro divulgou nota nesta quinta na qual recua e afirma que não teve "nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes".

"Nunca tive nenhuma intenção de agredir quaisquer dos Poderes. A harmonia entre eles não é vontade minha, mas determinação constitucional que todos, sem exceção, devem respeitar", afirmou o presidente no texto.

Bolsonaro passou os últimos dois meses com seguidos ataques ao STF e xingamentos a alguns de seus ministros como estratégia para convocar seus apoiadores para os atos do 7 de Setembro, quando repetiu as agressões e fez uma série de ameaças à corte e a seus integrantes.

O recuo de Bolsonaro deixou desnorteada sua base de apoio mais estridente em redes sociais. Influenciadores bolsonaristas usaram o mesmo termo para descrever a atitude de Bolsonaro: game over (fim de jogo).

O presidente tem sido criticado por apoiadores em comentários nas redes sociais —muitos dizem que estão decepcionados com a atitude de Bolsonaro. "Jamais, jamais esperei essa atitude. Era hora de ir para cima, não recuar. Decepcionada com pelo o que o senhor fez", escreveu uma seguidora.

"Vou ser bem sincera, estou triste! Parece que estamos sozinhos, mas acredito que o Bolsonaro vai fazer algo bom ainda", respondeu outra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos