Confira a lista de quem mais paga por anúncio político no Google

O site Brasil Paralelo, amplamente citado e compartilhado por seguidores de Bolsonaro, que define o golpe aparece em primeiro na lista, com um investimento de R$ 410 mil em anúncio político entre novembro de 2021 a julho de 2022. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
O site Brasil Paralelo, amplamente citado e compartilhado por seguidores de Bolsonaro, que define o golpe aparece em primeiro na lista, com um investimento de R$ 410 mil em anúncio político entre novembro de 2021 a julho de 2022. (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), é o partido que lidera os gastos em anúncio político no Google Brasil, segundo relatório de transparência divulgado pela própria plataforma.

O relatório leva em conta as publicidades contratadas para aparecer na página de buscas, no YouTube, que pertence ao Google, e em uma rede de sites parceiros da empresa.

Entre partidos políticos, pessoas físicas e jurídicas, foram investidos R$ 1,385 milhão em propaganda política no Google de 17 de novembro de 2021 até 17 de julho de 2022, segundo uma plataforma da empresa. Ao todo, foram 1.994 anúncios.

Aparece em primeiro lugar na lista de investimentos em publicações políticas o site Brasil Paralelo, que define o golpe militar ocorrido em 1964 como "revolução de 64", foram investidos R$ 410 mil. O site é amplamente citado e compartilhado por seguidores do presidente Jair Bolsonaro (PL).

De acordo com o relatório o PSDB nacional é o segundo maior anunciante, com R$ 241 mil investidos, seguido pelo PSB do Rio de Janeiro, que patrocinou R$ 180 mil em posts no Google. União Brasil (R$ 109 mil) e Thiago Barros Rodrigues Costa (R$ 84 mil) completam a lista dos cinco maiores investidores.

A plataforma começou a exibir quanto ganha com anúncios políticos em fevereiro deste ano, após um acordo com o Tribunal Superior Eleitoral.

A publicação do levantamento é feita por meio do Relatório de Transparência de Anúncios Políticos, que reúne dados a partir de 17 de novembro de 2021. São considerados anúncios políticos aqueles que fazem referência a um partido político, um funcionário público eleito ou candidato.

A maior parte do dinheiro investido em propaganda política vai para anúncios em vídeo, que respondem por R$ 1,2 milhão do R$ 1,3 milhão aplicado desde novembro de 2021.

Veja a lista com os principais anunciantes inclui, ainda, partidos políticos e pessoas físicas:

  1. Brasil Paralelo – R$ 410 mil

  2. PSDB nacional – R$ 241 mil

  3. PSB (RJ) – R$ 180 mil

  4. União Brasil nacional – R$ 109 mil

  5. Thiago Barros Rodrigues Costa – R$ 86 mil

  6. Newsletters Digital A Voz do Brasil – R$ 82 mil

  7. MDB nacional – R$ 59,5 mil

  8. PP nacional – R$ 31,5 mil

  9. União Brasil (AL) – R$ 30 mil

  10. PT nacional – R$ 16,5 mil

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos