Confira como dar entrada em pedidos de benefícios pelo INSS

Os atendimentos presenciais ao público do INSS foram retomados em março para aqueles que realizaram o agendamento prévio pelo aplicativo
Os atendimentos presenciais ao público do INSS foram retomados em março para aqueles que realizaram o agendamento prévio pelo aplicativo (Getty Creative)
  • Atendimentos presenciais ao público foram retomados em março

  • Desde a semana passada, passaram a valer as novas regras do atendimento presencial nas agências da Previdência Social

  • Pessoas com deficiência auditiva poderão ser acompanhadas de intérpretes de Libras

A reforma da Previdência e as condições impostas pela pandemia da Covid-19 acabaram resultando em mudanças de muitos procedimentos realizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em especial para dar entrada em pedidos de aposentadoria e outros benefícios.

Os atendimentos presenciais ao público foram retomados em março para aqueles que realizaram o agendamento prévio pelo aplicativo "Meu INSS" ou pelo telefone 135. O serviço segue disponível para pedidos de aposentadoria, auxílios, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e consultas de perícia médica.

Desde a semana passada, passaram a valer as novas regras do atendimento presencial nas agências da Previdência Social. Segurados doentes ou com mais de 60 anos poderão utilizar o documento de identidade, mesmo que estiver antigo, no ato do requerimento. Antes, era necessário emitir uma nova via para dar entrada no benefício. A exigência atrasava o recebimento dos valores.

Outro problema que deve ser resolvido é a dificuldade em solicitar o seguro com documentos digitais. Antes, os cidadãos tinham dificuldade em enviar arquivos muito presados através do aplicativo Meu INSS. Agora, será possível utilizar documentação virtuais nas agências físicas.

Outra novidade anunciada é que será decisão da Secretaria de Perícia Médica Federal e de servidores do INSS de permitir, ou não, a entrada de acompanhantes no caso de avaliação social. Além disso, pessoas com deficiência auditiva poderão ser acompanhadas de intérpretes de Libras.

As agências deverão funcionar 12 horas por dia, com o horário de abertura fixado entre as 6h30 e as 10h. Contudo, o atendimento ao público deve começar entre 7h ou 8h. O horário da tarde será destinado para perícias médicas agendadas e a outros atendimentos internos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos