Confira como gastar menos no plano de telefonia celular

·3 minuto de leitura

Operadoras de telefonia celular costumam colocar promoções nos sites, por isso é bom ficar de olho. Professor do Ibmec e da Fundação Dom Cabral, o economista Gilberto Braga orienta os consumidores a ficarem atentos. Isso porque, segundo ele, os planos mais em conta não são informados individualmente aos clientes, mas geralmente ficam disponíveis nos sites das empresas.

— Na medida em que os consumidores têm acesso a aparelhos mais modernos, eles tendem a mudar os seus hábitos, e os pacotes de celular tradicionais se tornam obsoletos. Por isso, é comum pagar por serviços e facilidades que já foram importantes, mas que não são mais utilizados. Ou seja, a pessoa pode estar pagando pelo que não usa mais — explica.

Um exemplo disso é a caixa postal de voz, muito pouco usada atualmente e oferecida por todas as operadoras.

— Esse serviço pode ser tarifado ou fazer parte do pacote contratado. Hoje, a maioria dos usuários prefere deixar recado de voz no WhatsApp, que é gratuito, e pode ser intercalado com mensagens escritas e comunicações instantâneas, como emojis e outras figuras. Logo, pagar pelo voice mail ou tê-lo no pacote de telefonia é jogar dinheiro no lixo — alerta.

Uma outra alternativa, segundo Braga, é optar pela portabilidade. Ele dá a dica:

— Na portabilidade, o segredo é estudar todos os planos de todas as operadoras e identificar aquele que melhor se adequa ao perfil de uso do cliente, combinando serviços e facilidades oferecidas com o preço cobrado pelo pacote. Isso pode, inclusive, implicar em trocar de operadora, o que hoje é muito fácil de fazer.

Segundo o economista, um outro ponto a analisar na questão da portabilidade são os descontos na compra de um aparelho novo.

— Essa oferta pode tornar a troca mais atraente para os consumidores, principalmente para aqueles que estão com aparelhos antigos e danificados. A troca de operadora pode ser mais vantajosa do que permanecer na operadora atual e adquirir no mercado um aparelho novo — finaliza Braga.

Para comparar planos de telefonia fixa, celular, banda larga e TV paga, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) oferece, gratuitamente, o aplicativo Anatel Comparador de Ofertas. A ferramenta está disponível para aparelhos móveis com sistemas Android e iOS.

Na plataforma, é possível filtrar a busca por operadora e por preço e até marcar os planos favoritos para ver qual deles se encaixa melhor no orçamento mensal.

O engenheiro Fábio Campos, de 42 anos, de Itaguaí, precisou trocar de aparelho e reclamou que há 20 anos é cliente Vivo, mas não conseguiu desconto.

— Fiquei no prejuízo. Fui atrás de oferta e nada.

Planos de controle permitem ao consumidor saber o valor da fatura no fim do mês. Na Vivo, os planos do gênero são os mais indicados para quem quer economizar. Os valores variam de R$ 11,99 por mês (Vivo Turbo com validade de sete dias) a R$ 59,99 mensais (Vivo Controle com um total de 13GB).

A operadora oferece ainda fibra óptica com tecnologia FTTH (Fiber To The Home). Os preços válidos para o mercado do Rio de Janeiro são: Vivo Fibra Internet Banda Larga com Fibra Óptica 300 Mega por R$ 129,99 (plano com wi-fi gratuito e serviços digitais incluídos) e Vivo Fibra Internet Banda Larga com Fibra Óptica + Netflix 300 Mega por R$ 139,99 (com wi-fi gratuito e serviços digitais incluídos, além da Netflix padrão com duas telas simultâneas em HD).

Na TIM, os planos para celulares variam de R$ 54,99 (TIM Controle Light Plus) — com 11,5GB de internet e ligações ilimitadas para a mesma operadora — a R$ 84,99 (TIM Controle Redes Sociais) — com 16GB de internet, redes sociais ilimitadas (Instagram, Twitter e Facebook) e ligações ilimitadas para qualquer operadora.

Na Oi, o plano controle de 50GB sai a R$ 49,99 por mês, caso o cliente escolha o pagamento por cartão de crédito. A opção oferece ligações ilimitadas e utilização das redes sociais sem gastar o plano. A oferta não tem fidelização.

A Claro não enviou suas ofertas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos