Confira dicas de como deixar o notebook mais seguro

·3 minuto de leitura

Notebook é indispensável para muitos estudantes e profissionais. Portanto, a segurança do aparelho deve ser uma preocupação para evitar crimes cibernéticos como roubo e espionagem de dados. Em alguns casos, é possível perder detalhes de conta bancária ou cartão de crédito. Para ajudar a manter o equipamento protegido, listamos algumas dicas de como evitar a ação de hackers.

Senhas de acesso fortes: embora seja algo simples e rápido, muita gente acha desnecessário ter uma senha para acessar o notebook. No entanto, esse é um dos passos mais importantes para garantir a segurança caso o aparelho seja esquecido em algum lugar ou seja utilizado num local com desconhecidos em volta. Recomenda-se evitar senhas fáceis como 123456, abc123, qwerty, entre outras. O mesmo vale para acesso a redes sociais e outros sites.

Atenção às redes desconhecidas ou públicas: essa facilidade de conexão pode oferecer riscos, contribuindo para a instalação de vírus e acesso de hackers.

VPN: uma Virtual Private Network (Rede Privada Virtual) ajuda a criar uma rede mais segura, com informações criptografadas e que dificultam a localização do usuário. Ela deve ser usada por quem acessa informações importantes do aparelho e tem o hábito de usar redes públicas.

Cuidado com spams: os spams são e-mails com propagandas que muitas vezes não foram solicitados, mas que enchem a caixa de mensagens. É possível que algum deles tenha uma propaganda que o usuário considere uma oportunidade, e ao clicar, direciona para um site malicioso ou permite a instalação de vírus. Muitos e-mails fazem essa filtragem e separam o spam em outra caixa.

Navegadores e sistema operacional atualizados: o principal meio de entrada de um usuário na internet é o navegador. Seja Firefox, Chrome, Microsoft Edge (Internet Explorer), Opera ou Safari, a exposição aos perigos da internet é a mesma se o aplicativo estiver desatualizado. Sendo assim, ter instalada a última versão do navegador é essencial porque as anteriores podem conter falhas conhecidas de segurança que só são corrigidas com atualizações. O mesmo vale para o sistema operacional, como Windows ou macOS, que podem ter erros em versões antigas.

Backup de dados: fazer uma cópia dos arquivos do notebook ajuda a proteger as informações importantes em caso de uma eventual pane ou falha elétrica na máquina. Um backup também é garantia de ter os dados se o aparelho for invadido por um hacker. É possível fazer o processo manualmente transferindo os arquivos para um disco rígido externo ou usando um serviço de armazenamento e recuperação de dados.

Antivírus e firewall: ter um bom antivírus na máquina é indispensável. É por meio do programa de segurança que os vírus são identificados e deletados. Esses malwares podem causar danos, algumas vezes irreparáveis ao computador, e servirem de porta de entrada para hackers.

Também é importante usar um firewall como a segunda linha de defesa contra invasores. O objetivo do programa é manter um controle sobre o tipo de tráfego que atravessa o computador de fontes externas.

Ativação do BitLocker do Windows: BitLocker é a ferramenta de criptografia da Microsoft, disponível nos Windows Vista, 7, 8 e 10. Com ele é possível proteger os arquivos contra acessos não autorizados. Ao ativá-lo, o sistema codifica as informações e impede que hackers façam uso delas sem inserir a chave definida pelo usuário.

Software de rastreamento: notebooks são fáceis de transportar, mas também são mais propensos a roubos ou serem esquecidos. Por isso, é importante instalar um software de rastreamento no aparelho que o ajudará a localizá-lo em caso de perda.

*O EXTRA e o Shoptime mantêm uma parceria comercial, que não interfere no conteúdo de nossas reportagens. Os preços mencionados podem sofrer variação, e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos