Confira os grupos incluídos na campanha de vacinação contra a Covid em São Paulo

·2 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SUZANO, SP, 10.04.2021: Funcionária da educação da escola Raul Brasil em Suzano (SP) recebe a primeira dose da vacina,no primeiro dia de vacinação dos profissionais da educação em São Paulo. A escola sofreu um atentado, em 2019, quando 7 pessoas foram assassinadas. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)
***FOTO DE ARQUIVO*** SUZANO, SP, 10.04.2021: Funcionária da educação da escola Raul Brasil em Suzano (SP) recebe a primeira dose da vacina,no primeiro dia de vacinação dos profissionais da educação em São Paulo. A escola sofreu um atentado, em 2019, quando 7 pessoas foram assassinadas. (Foto: Mathilde Missioneiro/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A campanha de vacinação contra Covid-19 no estado de São Paulo já avançou para pessoas com condições preexistentes de saúde com idade igual ou superior a 50 anos. Na próxima sexta-feira (21), o grupo será expandido também para as pessoas com 45 a 49 anos.

Nesta terça-feira (18) tem início também a vacinação de motoristas e cobradores de ônibus em todo o estado. Na segunda (17), começou a vacinação de gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades, exclusivamente com as vacinas Coronavac e Pfizer.

O governo não tem um cronograma definido para os grupos sem comorbidades devido à falta de insumos para produzir a Coronavac desde a última sexta (14) . No entanto, a expectativa é de que seja mantida a vacinação nas próximas semanas até que novos lotes de IFA (ingrediente farmacêutico ativo) cheguem da China para produzir tanto as vacinas da Coronavac no Instituto Butantan quanto da Oxford/AstraZeneca, a serem fabricadas na Fiocruz.

Já no município de São Paulo, o novo prefeito Ricardo Nunes anunciou nesta terça (18) que antecipou a vacinação dos profissionais de saúde autônomos com mais de 30 anos. Fazem parte dessa categoria médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, nutricionistas, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, técnicos de laboratório que atuem no diagnóstico de Covid-19, farmacêuticos, técnicos de farmácias, odontólogos, auxiliares de saúde bucal, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física e médicos veterinários.

Para comprovar a profissão é preciso apresentar documento de conselho de classe, certificado ou diploma e também um comprovante de residência da cidade São Paulo.

A vacinação das gestantes e puérperas na capital com comorbidades conta com 24 mil doses da Pfizer reservadas para este grupo até a próxima quarta-feira (19) em uma das 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e UBS/AMAs integradas, entre 7h e 19h, ou os oito megapostos da capital, das 8h às 17h, para se vacinar. Os drive-thrus não funcionarão, segundo a pasta.

Após essa data, a prefeitura disse que a vacinação estará sujeita a disponibilidade do imunizante.

Ainda, segundo a prefeitura de São Paulo, a vacinação dos hipertensos inclusos no grupo prioritário de pessoas com 50 anos ou mais com comorbidades será feita mediante apresentação de uma receita médica para apenas um medicamento contra hipertensão, e não três, como divulgado pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos