Confira saldo do Flamengo depois de três negociações envolvendo Gerson, de volta ao rubro-negro

O retorno de Gerson ao Flamengo é a terceira negociação do rubro-negro envolvendo o jogador em três anos. O jogador está de saída do Olympique de Marselha (FRA) e deve chegar ao Rio de Janeiro semana que vem para realizar exames médicos e assinar novo contrato com o clube. Uma relação de idas e vindas que se mostra lucrativa para os cariocas.

Gerson estava na Fiorentina, da Itália, emprestado pela Roma, quando foi contratado pelo clube carioca pela primeira vez, em 2019. Foi pago na época cerca de 11,8 milhões de euros. O jogador rapidamente se tornou peça importante no time rubro-negro, conquistando como principais títulos a Libertadores de 2019 e o bicampeonato brasileiro, em 2019 e 2020.

O jogador, em alta no Flamengo e cada vez mais cotado para a seleção brasileira de Tite, se valorizou. Em meados de 2021, o Olympique de Marselha veio com força atrás da contratação do atleta, um pedido do então técnico da equipe, Jorge Sampaoli.

O Flamengo tentou resistir, mas havia o interesse do meia em tentar a sorte novamente no futebol europeu. Havia a ideia de que ele teria maiores chances de defender o Brasil se estivesse atuando no Velho Continente. No fim das contas, a transferência aconteceu, com os cariocas tendo que receber 25 milhões de euros.

A passagem do jogador pela Europa não foi como ele esperava. Com Jorge Sampaoli, Gerson jogou com certa regularidade. Chegou a receber algumas oportunidades na seleção brasileira, mas não encheu os olhos de Tite.

Perdendo espaço no Olympique e fora da Copa do Mundo do Catar, os direitos econômicos de Gerson perderam valor. Os franceses começaram a negociar com o Flamengo pedindo 20 milhões de euros, menos do que haviam acertado de pagar ao rubro-negro, e aceitaram baixar ainda mais esse número depois que o técnico Igor Tudor afirmou que o brasileiro não estava nos planos.

Agora recontratado pelo Flamengo, Gerson custará até 16 milhões de euros. No fim das contas, entre duas compras e uma venda, o rubro-negro ficará com um saldo negativo de quase 3 milhões de euros. Muito pouco, perto do retorno esportivo que teve nos oito títulos que o jogador conquistou pelo Flamengo. E no fato de estar trazendo um ídolo de volta para perto da torcida.