Confira as superstições de Regina Casé, Alexandre Nero e mais 16 famosos para começar 2023 com muita sorte

Como será o amanhã? É a dúvida que paira na cabeça de muita gente. Não sabemos o que nos espera no futuro, mas existe uma série de desejos que costumam ser mentalizados no réveillon, como prosperidade, serenidade, amor, paixão, paz... Para dar uma forcinha ao destino, tem até quem apele para simpatias e tenha suas superstições. Enquanto diversas cidades produzem as tradicionais queimas de fogos de artifícios para anunciar a virada com pompa, há quem aproveite o momento para finalizar seus rituais e garantir uma boa entrada no ano que chega. Usar roupas brancas, comer lentilha, pular sete ondas... A lista é grande e reunimos vários famosos nesta página contando o que eles farão para atrair sorte, dinheiro, saúde e amor em 2023.

Alexandre Nero foi de molhar o pé no mar a usar branco pela beleza

Alexandre Nero, o Stenio de “Travessia”, é um entre os milhões de brasileiros que vai vestir branco no Ano Novo. Enquanto muitos optam pela cor em busca de paz, ele diz que sua escolha tem a ver com a beleza.

“Gosto sempre de vestir branco ou cores claras. Mas porque eu acho bonito. Parece que o Brasil é o único país que faz isso. Acho legal. Já tive superstição de ir ao mar, molhar o pézinho e tal. Depois fui ficando com preguiça. Comecei a falar que não precisa. Sou agnóstico e não desacredito em nada. Vou em tudo e vou em todos. Respeito tudo e todos. Mas minha sogra é bastante religiosa. Ela ensina para o meu filho, ele ora. Sou de boa. Não interfiro em nada. A gente reza por causa dela. Acho lindo, não está em mim, mas sempre busco uma espiritualidade”, detalha o artista.

Supersticiosa de carteirinha, no Ano Novo o foco de Camila Rocha é na lentilha

Camila Rocha, a Tininha de “Travessia”, é especialista no assunto superstição. Ela conta todos os rituais que costumam fazer parte da sua vida, em especial no réveillon.

“Confesso que sou supersticiosa. Trago comigo as histórias de avó e, desde criança, nem debaixo de escada eu passo. Continuo virando o chinelo se ele estiver ‘emborcado’ (risos). Fim de ano, eu sigo passando de roupas claras. Adoro usar branco ou amarelo, são cores que também me deixam solar. O ritual que faço todo ano é comer lentilha na virada. Seja aonde for que eu passe, levo a minha, que é saborosa, para comer à meia-noite, e posso dizer que sempre fica uma delícia!”, garante Camila, que gosta de passar o fim de ano fora de casa, viajando: “Desta vez, devido às gravações, ainda não consegui planejar a virada, e ainda estou aberta a sugestões. Mas uma coisa é certa: levarei a lentilha”.

Carol Sampaio investe em peça da cor do ano

Ao falar de festa, Carol Sampaio é o nome. A famosa promoter passa o Natal com a família, mas no réveillon está sempre em grandes comemorações, que, muitas vezes, são organizadas por ela. A deste ano, na Marina da Glória, vai reunir a cantora Anitta e o grupo de pagode Menos é Mais. E Carol vai aproveitar para usar roupas de acordo com seus desejos para 2023.

“Eu gosto de superstições, sim. Acredito que toda ajuda é bem-vinda. Sempre procuro estar com alguma peça ou acessório com a cor do ano. Se eu não me engano, este ano é laranja”, entrega ela.

Assim como o amarelo, laranja é considerada a cor da prosperidade. Passando com esta cor, Carol quer atrair dinheiro e boas oportunidades. O laranja estimula a ousadia e a coragem.

Regina Casé só faz uma exigência: passar o réveillon ao lado do mar

Regina Casé, a vilã Zoé de “Todas as flores”, só tem um ritual para o fim de ano: passar ao lado do mar. É perto das águas que a atriz vai pedir por um 2023 repleto de realizações ao lado dos amigos hoje à noite. Depois, é só cruzar os dedos!

“Não tenho propriamente uma superstição, mas a única coisa certa no meu réveillon é que tenho que estar perto do mar, de preferência dentro dele (risos). Em geral, passo na baía da Ilha Grande, de Mangaratiba, ou Angra dos Reis”, revela a artista, que conta seus planos para este réveillon: “Neste ano, eu vou estar na Bahia junto com muitos amigos. Acho que vai ser uma delícia também”.

Mileide Mihaile passa virada com a família e com uva e romã na boca

Neste sábado, à meia-noite, a influenciadora e ex-“A fazenda” Mileide Mihaile vai estar prontíssima para romper o ano. Diferentemente de parte dos famosos, Mileide escolhe passar a virada com sua família. Ela também vai seguir algumas tradições para entrar com chave de ouro em 2023.

“Tradicionalmente eu preciso estar com a família no Natal e também na virada. Ficamos bem grudados. Também sempre como sementes de romã e uvas pra dar sorte, saúde e prosperidade”.

Solidão e reflexão na última hora do ano para Luiz

Ator de “Todas as flores”, Luiz Navarro não é muito de pedir. Ele é mais de refletir sobre o que passou no último ano e pensar nas metas para o próximo.

“Não sei se é superstição, mas geralmente eu gosto de ficar sozinho na última hora do ano, refletindo sobre os acontecimentos da minha vida e as metas para os próximos meses. Gosto de estar sempre conectado com a família e, de preferência, com a natureza neste período”, diz ele.

Roupa branca e dourada e cueca preta

O youtuber Fred diz que já foi uma pessoa muito supersticiosa. Agora, ele não é tanto, mas alguns resquícios dos hábitos ficaram, inclusive a escolha da cor da cueca.

“No réveillon eu vou usar branco e dourado. Gosto do dourado, porque acho que tem bastante personalidade. Todo ano uso essas cores, até para estar no dresscode do evento mesmo (risos). Também brinco com uns amigos meus, dizendo que quando as coisas começaram a acontecer na minha vida eu estava de cueca preta. Tem gente que não abre mão da branca, da verde, mas, para mim, o ano que acabou funcionando foi o a da preta”, diverte-se ele.

Lucas Leto faz ritual completo, com música, velas e cores

Lucas Leto, que brilhou em “Pantanal” como Marcelo, tem diversos rituais para o réveillon. Ele conta que ouve uma música para começar o ano bem. Além disso, parte da superstição é acender velas e pedir coisas boas à espiritualidade. O ator também foca na cor que vai usar no dia.

“Eu tenho um ritual que é ouvir uma música que tem um significado muito forte pra mim. É a primeira música que ouço no ano, e, com certeza, me traz sorte”, diz ele, que, além disso, também se conecta com a sua espiritualidade no dia: “No réveillon, o lance da espiritualidade é mais forte. Eu gosto de acender uma vela e pedir coisas boas. Geralmente, eu não uso preto no Ano Novo. Visto roupas mais claras ou com muitas cores. Neste ano, não pensei muito no que vou vestir. Devo apostar no branquinho básico, seguindo a tradição”.

Érico Brás é um pontinho amarelo ou vermelho no meio da multidão

Neste sábado vai ser fácil achar Érico Brás no meio de uma multidão. Enquanto muitos vão estar de branco, o ator, que está no ar na Globo interpretando o jornalista Eudoro na novela das seis “Mar do sertão”, escolhe sempre cores fortes, como amarelo e vermelho, para passar a virada. Ele também lista os outros rituais que faz:

“Embora eu não seja supersticioso, tenho crenças que acho importantes. Como sou de religião de matriz africana, meus rituais particulares são para limpeza do ano, deixando para trás energias, pensamentos e coisas que não foram legais. Faço pedidos para o próximo ano que vai entrar. Em relação a cores, muitos usam branco. No candomblé, representa paz, reverencia Oxalá. Por outro lado, eu acho frio também. Então, costumo usar uma cor forte, como vermelho e amarelo, que trazem ouro, vida e agitação para o ano que vem”.

Entre agradecimentos, pedidos e roupas brancas

À meia-noite, o ator Juan Paiva agradece, faz pedidos e pede proteção.

"Procuro agradecer pelo ano que passou e faço meus pedidos, inclusive proteção pra mim, minha família e amigos. Isso faz parte da minha essência. Não sigo rituais, nem faço simpatia, mas procuro passar de branco numa intenção de paz, de limpeza, tranquilidade".

Sete ondinhas à meia noite

A dançarina Ramana Borba conta que é supersticiosa na virada do ano. Um dos rituais é pular as sete ondinhas e também vestir branco.

"Um ritual que tenho desde criança é pular as famosas sete ondinhas. Por isso, procuro passar a virada do ano sempre em praia ou próximo a ela. Nem imagino um dia ficar longe porque o meu trabalho vai ser encontrar uma perto de onde eu estiver (risos)", brinca a dançarina que também se importa com a cor da roupa: "Costumo passar sempre de branco e desta vez não vai ser diferente. Eu brinco com outras cores nas outras peças, como verde, amarelo, rosa ou vermelho".

Banhos de purificação e branco para a vibração

Passar a virada de branco é uma das superstições da DJ Samhara.

"Eu amo rituais, como diria Vilma Galvão, ‘Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial”. A virada pra mim simboliza o fechamento e início de ciclos. Me traz uma sensação de esperança renovada! Eu sempre finalizo o ano tomando banho de alecrim e manjericão pra purificação e energização! Minhas roupas sempre são brancas, mas o que importa em cheio é a sua vibração pra esse momento. Acredito que a única cor que não uso no réveillon é a preta. Calcinha ou uma fita vermelha gera poder pro seu sentimento. Eu uso tudo que me ajuda a potencializar minha força, minha fé na vida e em mim!! Acredito que todos podemos criar nossos próprios amuletos também".

Roupas claras e saudade na família

Na noite de hoje, na passagem do ano, Iago Pires, o Espeto de "Travessia", usa roupa claras e reúne toda a família.

"O único ritual que sempre sigo é estar com a minha família toda junta, reunida, festejando a chegada de mais um ano. Costumo sempre usar roupas claras assim, branco, amarelo, um verde claro, mais o tradicional o branco. E dessa vez o final de ano vai ser diferente porque entre abril e maio eu perdi uma tia e um primo, filho dela e meu padrinho. Foi uma perda atrás da outra, então vai ser diferente".

Virada em Natal

Na virada, Brunna Gonçalves vai estar com a mulher Ludmilla em Natal, no Nordeste.

"É de lei vestir aquele branco na virada do ano. Esse ano irei passar com Ludmilla já que estaremos trabalhando. A virada vai ser em Natal, no nordeste, então, o clima vai ser verão como o período já pede".

Paz e positividade

Para um ano com paz, positividade e fé, Biel do Furduncinho investe no branco.

"Gosto sempre de usar branco. É paz, né? (risos). Então, sempre uso e penso em coisas boas pra ter um ano com muita paz, positividade e fé".

Roupas claras e novas

O cantor Diego Faria se veste de branco ou amarelo no ano novo.

"Ano passado, passei de calça jeans branca e camisa amarela. Esse ano, vou passar todo branco e fazendo shows pra ser ainda melhor! Eu sempre costumo usar tudo novo pra dar sorte no meu próximo ano", diz ele.

Orações de agradecimento

João Bosco, da dupla com Gabriel, também investe do branco e ora para agradecer pelo ano que pasosu.

"No réveillon, eu gosto de usar branco. Também curto fazer minhas orações de agradecimento pelo ano que passou pra entrar o novo ano com novas energias e sonhos renovados. Desta vez será igual. Só me resta agradecer a Deus pela família, pela saúde. E vamos lá. Que venha 2023, estou pronto!"

Entre palavras, orações e músicas

Na virada do ano, a cantora Anna Akisue tenta manter sua energia elevada.

"Faço meus pedidos, orações e tenho pensamentos positivos para o ano que entra. Também escolho muito bem a primeira palavra que eu digo em voz alta depois que vira meia-noite e também a primeira música do ano. Nisso, eu presto muita atenção".