Conflito militar com Irã afetará o mundo inteiro, adverte premier japonês

O premier do Japão, Shinzo Abe, é recebido em Abu Dhabi

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, advertiu, nesta segunda-feira (13), que um conflito militar com o Irã afetará a paz e a estabilidade no mundo, em declarações durante uma visita à Arábia Saudita para tentar reduzir as tensões regionais.

Depois de desembarcar no sábado em Riade, no âmbito de uma viagem por vários países do Golfo em meio à escalada de tensão entre Estados Unidos e Irã, Abe se reuniu com o príncipe herdeiro Mohamed bin Salman, na província de Al-Ula (noroeste).

"Qualquer confrontação militar na região que inclua um país como o Irã terá um impacto não apenas na paz e na estabilidade regional, como na paz e na estabilidade do mundo inteiro", advertiu Abe, segundo o porta-voz do Ministério japonês das Relações Exteriores, Masato Ohtaka.

O general iraniano Qassem Soleimani morreu em um ataque com drone americano em 3 de janeiro, em Bagdá. Na quarta-feira, o Irã respondeu com o lançamento de vários mísseis contra alvos americanos no Iraque, sem deixar vítimas.

Um avião comercial ucraniano foi atingido por um míssil, porém, pouco depois de decolar de Teerã, rumo a Kiev. As 176 pessoas a bordo morreram.

O primeiro-ministro japonês pediu a "todos os países envolvidos que façam esforços diplomáticos para reduzir as tensões", completou o porta-voz.

Abe e o príncipe Salman estão de acordo quanto a trabalhar em estreita colaboração para a segurança marítima da região. No encontro, trataram da decisão de Tóquio de enviar um destróier para o Oriente Médio, para atividades de Inteligência, assim como dois aviões de patrulha P-3C, disse Ohtaka.

O Japão não participará, porém, de uma eventual coalizão dirigida pelos Estados Unidos na região. Aliado de Washington, Tóquio mantém boas relações com o Irã.

Abe também insistiu na importância de se garantir o abastecimento contínuo e estável de petróleo saudita para seu país.

Durante sua visita à Arábia Saudita, o chefe de governo japonês se reuniu com o rei Salman, relatou a agência oficial de notícias saudita SPA.

Segundo o órgão de imprensa, ambos conversaram sobre a segurança do transporte petroleiro por via marítima, sobre os meios para reforçar as relações bilaterais, assim como sobre a cooperação nos campos do turismo, Inteligência Artificial e energias renováveis.

Depois da Arábia Saudita, Abe segue viagem, rumo aos Emirados Árabes Unidos e a Omã.