Conflitos entre China e Lituânia abalam relações comerciais com União Europeia

·1 min de leitura

A China passou a bloquear as importações de países da União Europeia quando estas contêm componentes da Lituânia, país com quem Pequim está em conflito por causa de Taiwan, informou o comissário Europeu de Comércio Valdis Dombrovskis em uma entrevista nesta sexta-feira (24).

"Sabemos de muitos casos em que as importações da Lituânia e da União Europeia são bloqueadas nos portos chineses, e o número está aumentando a cada dia", revelou Dombrovskis em entrevista ao jornal alemão conservador Die Welt, acrescentando que o bloco europeu está "preocupado" sobre esta situação.

"Aparentemente, a alfândega chinesa se recusa a liberar mercadorias de outros países da UE se estas contiverem peças da Lituânia", acrescentou. “Vai desde pequenas entregas até muito grandes. Também existe uma variação nos valores envolvidos”, acrescentou o comissário.

A União Europeia anunciou recentemente que está em contato com as autoridades chinesas "para esclarecer rapidamente a situação" a respeito dos bloqueios de mercadorias provenientes da Lituânia e indicou que considera apresentar uma denúncia junto à Organização Mundial do Comércio, se necessário.

Vilnius acusa Pequim de bloquear seus produtos na alfândega para protestar contra a abertura, em julho, de uma representação diplomática taiwanesa no Estado Báltico.

Legitimidade internacional

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
China promete "reunificação pacífica" com Taiwan, que busca independência
União Europeia anuncia pacote de quase R$ 2 trilhões para conter influência da China no mundo
Taiwan não vai ceder às pressões da China, garante a presidente Tsai Ing-wen

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos