Conflitos no Cazaquistão deixam dezenas de mortos e mais de mil feridos

O governo do Cazaquistão anunciou, nesta quinta-feira, que vai impor um limite ao preço dos combustíveis, após a onda de protestos contra o aumento que deixou dezenas de mortos e centenas de detidos em Almaty e que levou à mobilização de um contingente de tropas lideradas pela Rússia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos