Confronto que deixou quatro mortos na Av. Brasil teve início após polícia localizar caminhão de carga escoltado por bandidos

·2 min de leitura

RIO — A intensa troca de tiros ocorrida na noite deste sábado (27) na Avenida Brasil, que resultou em quatro mortes, teve início após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) receber a informação de que galpão logístico estaria sendo roubado nas proximidades de onde fazia uma ronda ostensiva, na altura do quilômetro 165 da BR-116, na Zona Norte do Rio. A ação, que fez parte da Operação Egíde, recuperou a carga e o veículo roubados, apreendeu cinco pistolas, um revólver, dois jammers, coldres e dois rádios comunicadores. Além dos quatro bandidos mortos, um foi preso.

Segundo a PRF, os policiais seguiram para a localidade, e, chegando próximo da saída da rodovia, na altura da Rua Embaú, no bairro Parque Colúmbia, visualizaram um veículo de carga sendo escoltado por criminosos. Os crimonosos teriam efetuado disparos contra os policiais e fugido em alta velocidade pela Avenida Brasil, "efetuando manobras perigosas e colocando os demais condutores em risco".

A perseguição se estendeu pela Avenida Brasil até a altura da comunidade Cidade Alta, em Parada de Lucas. Os pneus do caminhão baú foram furados por disparos de arma de fogo, parando o veículo. Em seguida, cerca de oito assaltantes abriram o compartimento de carga e saíram correndo com a arma em punho disparando contra os policiais, que revidaram, resultando na morte de quatro deles e na prisão de um. Os outros três envolvidos teriam fugido para comunidades próximas, iniciando novo confronto contra os policiais.

Equipes da PRF e da Polícia Militar foram deslocadas para o apoio e estabilização da segurança da região. O caminhão, que era roubado, e a carga de eletrônicos foram encaminhados à Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), em Maria da Graça.

A Operação Égide, iniciada em 1º de outubro de 2021, faz parte do planejamento da PRF na repressão ao crime nas rodovias federais fluminenses. A operação foi desencadeada após análise e mapeamento dos principais pontos críticos do estado. As ações terão como principal objetivo o combate ao roubo de cargas, veículos e coletivos e também ao tráfico de drogas e armas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos